ESSE CRIMINOSO CHAMADO POBRE

Não tributar os mais ricos é uma clara opção por uma sociedade mais desigual

Por Dão Real Pereira dos Santos*

Repercutiu bastante na mídia a declaração do presidente de que é contra tributar as fortunas porque, segundo ele, ser rico não é crime. Ora, se não devemos tributar a riqueza porque ser rico não é crime, por que tributamos tanto os mais pobres, os trabalhadores e a classe média? Tem razão o presidente, ser rico, realmente, não é crime. Sonegar tributos, sim, é crime. Superfaturar o preço das vacinas também é crime. Roubar é crime. Matar é crime. Expor a vida ou a saúde dos outros a perigo direto ou iminente é crime. Ser rico, obviamente, não é crime.

Continue Lendo

RELATÓRIO DA FAO(ONU) CONSTATA QUE MAIS DE 700 MILHÕES DE PESSOAS PASSARAM FOME EM 2020.

Uma menina iemenita em um acampamento para deslocados perto de Marib, região devastada pela guerra (Nabil Alawzari/AFP)

A fome no mundo cresceu em 2020. De acordo com o relatório da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) sobre o Estado da Segurança Alimentar e Nutricional no Mundo em 2021, divulgado nesta segunda-feira (12), entre 720 e 811 milhões de pessoas enfrentaram a fome no ano passado, aumentando o indicador de forma significativa pela primeira vez em cinco anos.

Percentualmente, o relatório aponta que 9,9% da população mundial esteve submetida a subalimentação em 2020, um patamar similar – mas ainda superior – ao identificado em 2010, quando 9,2% estava sujeita a esta condição.

Continue Lendo

ESTADO MÍNIMO É O MÁXIMO – PARA OS SUPER-RICOS

Montagem com fotos de ShutterStock/Veja

Por Dão Real Pereira dos Santos / Outras Palavras

Sempre que escuto alguém defendendo a redução do Estado social e a privatização das políticas públicas, eu me pergunto: de que lugar será que essa pessoa está falando?

No Brasil, a imensa maioria da população vive em condições absolutamente precárias. Mais de 60 milhões de pessoas vivem abaixo da linha da pobreza, e quase 20 milhões já estão abaixo da linha da extrema pobreza e esta situação está se agravando com a pandemia. Os principais países e organizações especializadas no mundo já reconhecem a importância das políticas públicas, mas, por aqui, apesar de já termos ultrapassado a meio milhão de mortes, pela covid-19, ainda tem gente que continua defendendo projetos de esvaziamento do Estado e do serviço público. 

Continue Lendo

CLASSE MÉDIA COLHE O PREJUÍZO DE SEUS PRECONCEITOS

Por Fernando Brito

Esqueça os princípios de humanismo, de solidariedade.

Deixe de lado a consciência de que todos somos seres humanos, com direitos essenciais e aspirações que nos unem como nação.

Não ligue para como lhe aperta o coração sair à rua sem ver corpos humanos estendidos na calçada, protegendo-se como podem – ou nem podem – do frio que está chegando. Desconsidere o medo e a tristeza de não poder andar 100 metros numa avenida movimentada sem que alguém venha lhe pedir algum dinheiro “para comer, moço”.

Abandone os conceitos de que temos em comum um país, uma vida coletiva e fuja da sabedoria do Tom Jobim de que “é impossível ser feliz sozinho”.

Continue Lendo

A GERAÇÃO DOS JOVENS QUE NÃO VERÃO PAÍS NENHUM

IMAGEM: REPRODUÇÃO

Por Vinicius Torres Freire

As projeções de crescimento da economia para o ano que vem começam a cair para a casa do 1%. É apenas chute vagamente informado, mas essa bola deve cair mesmo no pântano em que vivemos faz tempo. Em 2022, bicentenário da Independência, serão nove anos de pobreza piorada. Ainda estaremos colonizados pelos nossos piores monstros.

Imagine-se uma brasileira que teve a boa sorte de terminar a faculdade no último ano antes da catástrofe, em 2013, nos seus 21 anos. “Boa sorte” porque apenas 1 de cada 4 jovens de 18 a 24 anos está no ensino superior ou concluiu este curso. Há quem tenha largado a escola muito antes e terá vida pior. No ano que vem, essa brasileira fará 30 anos. Terá passado a primeira parte de sua vida adulta em um país em destruição. É apenas um símbolo de uma catástrofe duradoura, uma de várias gerações perdidas.

Continue Lendo

PETRÓLEO: O QUE O NORUEGA FEZ, E O BRASIL PODERIA TER FEITO COM O PRÉ-SAL

Reprodução YouTube

Porque a Noruega é rica? Como a Noruega ficou tão rica e tem o maior IDH do mundo? É isso que vamos responder! A Noruega é o 6º país com maior renda per capta do mundo, os noruegueses se mantem a 12 anos seguidos como país com maior IDH, o lugar ideal para se morar e, além disso, com menor nível de desigualdade do planeta e segundo a própria ONU, jamais uma sociedade atingiu nível de desenvolvimento humano igual ao da Noruega. Mas como esse país de somente 5 milhões de habitantes teve sua economia transformada nos últimos 70 e atualmente consegue influenciar diretamente companhias como Apple, Google, Microsoft, Amazon e Facebook, pudendo inclusive intervir em suas decisões? É isso que vamos ver nesse vídeo!

Continue Lendo