“CADA ÁRVORE É CONHECIDA PELOS SEUS FRUTOS”

Por Kennedy Alencar

Silveira não é o problema, mas o fascismo moreno da turma do Villas Bôas

O problema não é o deputado Daniel Oliveira, mas a turma do general Villas Bôas. Silveira (PSL-RJ) não é apenas a expressão do bolsonarismo mais extremista. Não se trata de um bárbaro que destoa da orquestra. Ele representa o fascismo moreno que bate à porta da nossa democracia.

O discurso criminoso de Oliveira é semelhante ao feito pelo ex-comandante do Exército Eduardo Villas Bôas. Que diferença há na fala absurda e tosca xingando ministros do STF e os tuítes de abril de 2018 pressionando o Supremo que Villas Boas disse ter combinado com o Alto Comando do Exército? São conversas típicas dos chamados “cidadãos de bem”.

Continue Lendo

10 SINAIS QUE INDICAM QUE BOLSONARO PREPRARA A ANTESSALA DE UMA DITADURA

Bolsonaro estimula setores reacionários das Forças Armadas (foto: Marcos Corrêa/PR)

Por Robson Sávio Reis Souza

Aparelhamento das Forças Armadas, militarização do governo, desconstrução do Judiciário: tudo indica que Bolsonaro planeja um golpe 

1. Incentivo ao armamento da população para formação de milícias civis, sendo que o armamento da população favorece a articulação das milícias militares com civis, formando grupos paramilitares.

2. Instrumentalização das Forças Armadas e instituições policiais, através de privilégios concedidos discricionariamente a essas categorias, formando um exército fidelizado a ele e não à Constituição.

2.1. Militarização do governo, em parceria com setores reacionários das Forças Armadas, com milhares de militares mobilizados e à sua disposição, das mais altas às baixas patentes.

Continue Lendo

OS ATAQUES À IMPRENSA E A SAUDADE DA DITADURA

Nostalgia da mordaça

Por Bernardo Mello Franco

Não é só a lembrança dos porões que faz Jair Bolsonaro sentir saudades da ditadura. O presidente sonha com a volta do tempo em que o governo podia amordaçar a imprensa. Na impossibilidade de mandar censores às redações, ele ataca jornalistas que, por dever de ofício, são obrigados a ouvir suas grosserias diárias.

Ontem o capitão esbravejou em três turnos. De manhã,n aportado Alvorada, mandou uma repórter“calar aboca ”. À tarde, no Planalto, afirmou aos gritos que os jornalistas não têm “vergonha na cara”. À noite, no Facebook, disse que a imprensa “estraga o país”.

Continue Lendo

“SÓ CRESCIMENTO COM INCLUSÃO SALVA A DEMOCRACIA” , Diz Cientista Francês.

Reynié: Para cientista político francês, Brasil vive evolução autoritária, mas situação no Leste Europeu é mais preocupante — Foto: Carol Carquejeiro/Valor

Por César Felício/Valor

A desilusão com a democracia no mundo é grande e o advento de uma era de autoritarismo é um risco real, de acordo com o cientista político francês Dominique Reynié, da Science Po, que coordenou uma pesquisa sobre o tema com 36.395 entrevistas em 42 países, inclusive o Brasil.

É cedo, contudo, para se apostar que a tendência é definitiva. Os números de Reynié, provenientes de levantamentos feitos pelo Ipsos entre o fim do ano passado e o início mostram que se os defensores da democracia encontrarem alguma fórmula de promover crescimento com atendimento de demandas sociais, o sistema tem chances de se regenerar.

Reynié está no Brasil para apresentar na Fundação Fernando Henrique Cardoso hoje a versão em português do levantamento. As entrevistas foram feitas entre setembro e outubro do ano passado e sua análise foi concluída em maio. No caso brasileiro, houve influência do processo eleitoral, já que a coleta de dados coincidiu com a eleição do presidente Ja que a coleta de dados coincidiu com a eleição do presidente Jair Bolsonaro. A pesquisa … Continue Lendo

OS TOMATES DA DITADURA

Postado por Blog do Valentin

Por Fernando Brito

Basta que o distinto leitor e a cara leitora imaginem o que seria uma manifestação de petistas que dependurasse um retrato de Luiz Edson Fachin ou Luiz Roberto barroso em um poste e convidasse os transeuntes a nestes atirarem tomates podres.

O fato estaria, neste momento, a escandalizar o país. Editoriais furiosos, repercussões dramáticas na televisão, manifestações de juízes, promotores, militares e quem mais houvesse contra o “ataque às instituições”, acusações de uma agitação pró-autoritária e o governo sendo, no mínimo, sendo cobrado a condenar esta barbárie e a responsabilizar criminalmente os autores da “tomatada”, vermelha, por sinal.

Continue Lendo

DONA SOLANGE ESTÁ DE VOLTA

Postado por Blog do Valentin

Solange Hernandes foi a censora mais temida da ditadura. Agora seus discípulos voltaram ao poder, e querem dar a última palavra na produção cultural brasileira

Dona Solange Não Morreu

Por Bernardo Mello Franco  / Via Era da Idiocracia

Solange Hernandes foi a censora mais temida da ditadura militar. Chefe da Divisão de Censura de Diversões Públicas, decidia o que podia e o que não podia ser exibido no teatro, no cinema e na televisão. A tesoura estatal podava toda obra que, aos olhos dela, atentasse contra a moral e os bons costumes. Críticas ao regime, nem pensar: eram cortadas na raiz.
Na Nova Era, o governo quer voltar a dar a última palavra na produção cultural. A censura, extinta pela Constituição de 1988, ressurge nas formas de veto ideológico e asfixia econômica.
Um dos primeiros atos do bolsonarismo foi a extinção do Ministério da Cultura. De lá para cá, acumulam-se tentativas de interferência nas artes.
Continue Lendo