SER LIVRE E LIBERTAR-SE DE SI MESMO, DE ACORDO COM EPICTETO

Buscamos a liberdade quando um cego procura suas chaves. Como resultado, não é estranho que acabemos imbuídos em uma busca malsucedida, condenada previamente ao fracasso, sem perceber que o que buscamos fora está dentro. Sem perceber que a liberdade externa não é nem mais nem menos do que a medida em que conseguimos conquistar a liberdade interna, parafraseando Gandhi.

Os estóicos podem nos dar uma lição incrível sobre liberdade, especialmente Epicteto, que foi escravo em Roma durante parte de sua vida. Para esse filósofo, a verdadeira liberdade não significa apenas livrar-se das correntes da sociedade, suas normas e pressões a que somos submetidos pelos outros, mas nos libertar das correntes que às vezes nos impomos. E esse é um conceito que agora, mais do que nunca, devemos internalizar.

Continue Lendo