36 PERGUNTAS SOBRE SUA ESTRATÉGIA

O sérvio Novak Djokovic e o espanhol Rafael Nadal na final de partida em Roland Carros 2020 – Thomas Samson/AFP

O estrategista não tem todas as respostas, mas precisa fazer as perguntas

Por Nizan Guanaes

Este é o mundo da estratégia. Sua empresa deve ter uma. Agora, deixe-me perguntar: ela é executada como estava no papel? Ela é factível? Ela é simples ou é complicada? No que ela lhe diferencia? O que faz sua estratégia ser sua estratégia? Será que não é melhor copiar uma estratégia já testada? Você tem uma estratégia ou uma tática? Suas táticas levam à sua estratégia? Sua empresa “comprou” sua estratégia? (Porque se não compra, não vende.) Sua empresa entendeu a estratégia? Sua mulher, seus filhos, sua mãe, seu melhor amigo entenderam? Alguém entendeu sua estratégia?

Continue Lendo

A “FAMÍLIA TRAPO” E A “FAMÍLIA PRESIDENCIAL”

Família Trapo:Escrito por Carlos Alberto da Nóbrega, Jô Soares e Manoel Carlos, ‘A Família Trapo’, foi um dos mais importantes programas humorísticos da nossa Tv. Com um humor, muito improviso e  talento dos autores, o programa se tornou líder de audiência nos domingos à noite.

Exibido pela Tv Record, de 1967 a 1971, conquistou enorme sucesso. A história girava em torno da família Trapo, encenada  Ronald Golias, Zeloni, Jô Soares, Renata Fronzi, Sônia Ribeiro e Ricardo Corte Real.(Youtube)

Família Presidencial: Enquanto o improviso da família Trapo elevava o tom do humor, os improvisos,desencontros e malfeitos da família presidencial eleita, vive de trombadas entre o que os filhos têm dito e feito  e o que  pai, tem feito disfarçando ou desmentindo. Peripécias como o saldo milionário do motorista de um dos filhos e da assessora Val do açaí, têm mostrado, que de novo mesmo só sobressaem os velhos hábitos e velhas práticas políticas do novo chefe da nação e seus “meninos” parlamentares.

A família trapo “lavava” as diferenças no palco e ao vivo. Já família presidencial lava roupa (nova?) às escondidas, mas os trapos da indigência ética e moral sacodem ao vento no varal da hipocrisia.

Valentin Ferreira

Continue Lendo

ARISTÓTELES E A ÉTICA DAS VIRTUDES

Postado por Valentin Ferreira

O filósofo grego Aristóteles, nascido em 384 a.c. foi um dos personagens mais influentes na cultura da civilização ocidental. Uma de suas obras clássicas foi Ética a Nicômaco onde aborda o que muitos consideram a fundação da ética.

A ideia central da obra é de que o caminho para uma vida de bem-estar e felicidade, o que chamou de eudaimonia, está no desenvolvimento da excelência de caráter. A excelência do caráter por sua vez é atingida por meio do cultivo a virtudes, ao que deu o nome de aretê.

Aristóteles buscou estudar como viver melhor atribuindo isso à excelência de conduta. Considerou a pessoa excelente como sendo a pessoa virtuosa. Não colocou uma lista de regras a serem seguidas. O que se deve buscar é focar em ser uma boa pessoa que as ações corretas irão surgir na hora necessária.

Continue Lendo

“O BRASIL QUE QUEREMOS”

Postado por Valentin Ferreira

Um século já se foi, mas as palavras de um senador da República continuam atualíssimas:

“De tanto ver triunfar as nulidades,
de tanto ver prosperar a desonra,
de tanto ver crescer a injustiça,
de tanto ver agigantarem-se os poderes
nas mãos dos maus,
o homem chega a desanimar da virtude,
A rir-se da honra,
a ter vergonha de ser honesto”.

(Trecho do discurso “Sinto vergonha de mim”, do senador Rui Barbosa, no Senado Federal, em dezembro de 1914).

Certamente não é esse o Brasil que queremos! Queremos mudar tudo isso. Mas, não podemos fazê-lo tudo de uma vez, de uma hora para outra, como se fosse um milagre.

Continue Lendo

LIÇÕES BÁSICAS PARA QUE AS EMPRESAS NÃO CAIAM EM FRAUDES

Por Valentin Ferreira / Via El PaísLições básicas para que as empresas não caiam em fraudes

                                                                                                                                 STAFF REUTERS

Estabelecer normas claras e investir em profissionais éticos são medidas decisivas para garantir boa conduta empresarial

Desde que a Lei Anticorrupção (12.846/13) foi regulamentada no ano passado, há uma corrida de empresas em busca de implementar processos administrativos que ajudem a evitar desvios de conduta empresarial. Casos de fraude, assédios, violações de direitos humanos ou danos ambientais também estão na mira de companhias, que apostam em um conjunto de medidas e ferramentas (chamadas de compliance) para fazer com que seus negócios cumpram as leis. O EL PAÍS conversou com analistas e empresas para saber quais estratégias têm ganhado destaque na preferência das companhias.

1. Criação e implementação de um código de ética

Continue Lendo

ÉTICA, MORAL E O JULGAMENTO NO TSE, POR FERNANDO HORTA

Por:Blog do Fernando /Via Jornal GGN

No momento que escrevo estas linhas o julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE está empatado em 3 a 3 e Gilmar Mendes terá o voto final. Em março de 2015, a relatora Maria Thereza de Assis Moura havia arquivado a “coisa para encher o saco” que Aécio e o PSDB haviam entrado contra Dilma. Naquele momento Gilmar Mendes lutou para que se reconhecessem os “fatos” sobre “irregularidades de pagamento, por parte da campanha, a empresas supostamente fantasmas”. Gilmar parecia convencido de algo, de forma muito forte. O que era, entretanto, podemos apenas sondar.

Continue Lendo