ENTENDA O “FIM” DA ESCRAVIDÃO NO BRASIL E AS CONSEQUÊNCIAS DO 13 DE MAIO DE 1888

Por Tayguara Ribeiro

Há 133 anos, Lei Áurea oficializou abolição, mas não criou mecanismos de inserção dos ex-escravos na sociedade; movimento negro critica a data

Em 13 de maio de 1888, há 133 anos, o Brasil oficializava o fim da escravidão no país, com a assinatura da Lei Áurea. A data, entretanto, não é celebrada pelo movimento negro. Um dos motivos alegados é que, apesar da lei, a situação dos que se tornaram ex-escravos quase nada mudou à época.

O governo brasileiro, seja o então Império, seja a República proclamada no ano seguinte, não realizou projetos de inserção dos ex-escravos na sociedade, tampouco indenizou-os após gerações permanecerem escravizadas por mais de 300 anos.

Continue Lendo

“ESCRAVIDÃO NÃO É COISA DE OUTROS TEMPOS” ALERTA O PAPA

Postado por Valentin Ferreira

Do Dom Total

O Papa Francisco alertou nessa segunda-feira (7) para a persistência do fenômeno da escravidão, sob várias formas, e apelou a uma ação comum dos cristãos para travar o tráfico e a exploração de seres humanos.

“A escravidão não é coisa de outros tempos, é uma prática que tem profundas raízes e se manifesta ainda hoje de várias formas: tráfico de seres humanos, exploração do trabalho através de dívidas, exploração de crianças, exploração sexual e trabalho doméstico forçado são algumas das muitas formas. Cada uma delas é mais grave e desumana do que a outra”, adverte, numa videomensagem divulgada pelo Vaticano.

A intervenção dirige-se aos participantes no II Fórum Internacional sobre a escravidão moderna, iniciativa ecumênica que decorre em Buenos Aires.

O Papa, antigo arcebispo da capital argentina, sublinha que os líderes cristãos partilham a “mesma preocupação” com as vítimas destes abusos, lamentando a “indiferença” perante estes casos.

Veja ainda matéria completa e o vídeo do pronunciamento do Papa.

Continue Lendo