É NA CRISE QUE SE CONHECE QUEM É SOLIDÁRIO

Postado por Valentin Ferreira

Mesmo com o tanque de combustível com três quartos cheio o sujeito manda completar. Os outros que se danem. Eu garantindo o meu beleza.

Na Folha hoje, Mariliz Pereira Jorge coloca o dedo na ferida, naquela parcela da sociedade que em momentos como o que passamos na ultima semana, não está nem aí com o direito dos seus iguais. Leia o artigo abaixo

O pior do Brasil é o brasileiro -Por  Mariliz Pereira Jorge

 O mesmo povo que se mobiliza quando há tragédias pode virar uma corja repugnante

Ficou famoso o episódio em que uma moradora do Rio se recusou a ajudar um gringo, mesmo sabendo falar inglês. “You’re in Rio for the Olympic Games and doesn’t speak Portuguese? Segue em frente e vira à direita que tu chega no metrô! Gringo tá no Rio e eu tenho que falar inglês?” Se isso aconteceu em 2016, época festiva dos Jogos, imagine agora com a realidade baixo astral em que vivemos.

A faceta que revela um cidadão sem empatia e mal-educado tem pipocado em imagens na TV, em grupos do WhatsApp e nas redes sociais nesses dias de paralisação. O brasileiro apoia o movimento(… Continue Lendo

VIOLÊNCIA NÃO É CONTRA BANDIDOS, MAS CONTRA POBRES, diz Caco Barcellos

Postado por Valentin Ferreira

Em sua coluna na Folha deste domingo, Mônica Bergamo, traz interessante entrevista com Caco Barcellos, Reporter e Jornalista, auto do livro “Rota 66 -A História da Polícia que Mata”, que será transformado em filme.

Alguns trechos da  entrevista, que pode ser lida, AQUI

(…)

“Se eu estivesse morando na Suíça, eu tinha que estar mostrando o universo dos Jardins todo dia. Mas a gente mora numa grande Etiópia de mais de 100 milhões de pessoas pobres e miseráveis. E acho que eles têm que ter uma voz mais ativa, um retrato mais forte que as minorias que não passam de 1% da sociedade brasileira.”

(…)

Ele critica os repórteres que reproduzem, sem apuração, as versões da polícia sobre supostos crimes. “Quem é o jornalista pra dizer que alguém é bandido? Que pretensão é essa? Que arrogância é essa? Não foi no local e chama: ‘Bandido!’. É relato do coronel. Você não é coronel! Se quer fazer esse relato, que tire o microfone e pegue numa arma.”

O Brasil, diz Caco, não tem pena de morte apenas “entre aspas”. “É um Estado que não dá o menor respeito ao suspeito de algum ilícito. Antes da investigação, … Continue Lendo

TRIPLEX QUE “ERA” DO LULA, A MÍDIA DIZ AGORA QUE É “ATRIBUÍDO” A LULA

Postado por Valentin Ferreira

Por Dulce Jannotti Nogueira / Conexao jornalismo.

“O crime, a farsa e a fraude da condenação de Lula foram revelados hoje com a invasão do MST e do MSTS ao triplex do Guarujá. A Lava Jato, em sua condenação, sustenta, como principal argumento, que a OAS fez uma reforma de R$ 1, 2 milhão no apartamento para receber a família de Lula, incluindo um gasto de R $ 320 mil na reforma da cozinha, além da instalação de um elevador privativo. Os três principais jornais do país ( Globo, Folha e Estadão), que antes estampavam manchetes afirmando que o triplex era de Lula, hoje, depois da invasão e das fotos amplamente divulgadas, “coincidentemente” apresentam manchetes idênticas: “MST e MSTS invadem triplex atribuído a Lula. Agora é “atribuído”, porque não podem mais, diante das evidências, dizer que aquele apartamento, bem pequeno e pouco confortável, passou pela reforma de R$ 1,2 milhão como alega a Lava Jato para acusar Lula de corrupção. (grifos do Blog)

Continue a ler AQUI

Continue Lendo

DUVIVIER: JESUS ERA BADERNEIRO COMUNISTA

Postado por Valentin Ferreira / do 247

Em sua coluna nesta segunda (25),  na folhaGregório Duvivier usou o Natal, e a mensagem de seu símbolo máximo, Jesus Cristo, para ironizar posições conservadoras no Brasil.

“Só mesmo no Brasil que o país para pra celebrar o aniversário de um líder comunista. Pior que isso: um baderneiro terrorista bolivariano sem-terra defensor de bandido e da prostituição.

O sujeito perdoava até o roubo, mas não perdoava a riqueza. “É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha”, dizia ele, “do que um rico entrar no reino dos céus”. Não sei se vocês já tentaram costurar usando um camelo. É dificílimo. E machuca à beça o camelo.

(…)

Olhem pra vida do rapaz: não acumulou riqueza, não se formou, ao invés disso vivia descalço cercado de leprosos defendendo bandido. Isso não significa, no entanto, que ele fosse paz e amor. O sujeito tava mais pra Marighella que pra Gandhi.

Matéria Completa : Folha

Continue Lendo

O PATO CAIU NA DELAÇÃO, Por Bernardo Mello Franco

Postado por Valentin Ferreira
Renato Costa-29.mar.2016/Folhapress
BRASILIA, DF, BRASIL, 01-10-2015, 09h00: Um pato inflável de 12 metros de altura é visto no gramado em frente ao congresso, na esplanada dos ministérios em Brasília. O ato marca o lançamento da campanha "Não vou pagar o Pato" em Brasília, organizado pela FIESP. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress, PODER)
Fiesp colocou 5.000 patos infláveis em frente ao Congresso em protesto contra o governo Dilma

BRASÍLIA – As delações dos marqueteiros Duda Mendonça e João Santana ajudaram a desvendar os esquemas do PT. Agora é a vez de Renato Pereira abrir a caixa-preta do financiamento das campanhas do PMDB.

As confissões do publicitário atingem figurões do partido nas duas maiores cidades do país. No Rio, ele delatou Sérgio Cabral, Luiz Fernando Pezão e Eduardo Paes. O primeiro está preso, o segundo é o atual governador e o terceiro quer disputar a cadeira em 2018. O plano pode ser abortado se a doutora Raquel Dodge completar o serviço do antecessor.

Na delação, Paes é acusado de organizar um caixa clandestino com dinheiro de empreiteiras e da máfia dos ônibus. Numa passagem, o marqueteiro diz que o ex-prefeito o orientou a buscar R$ 1 milhão em espécie na sede das empresas de Jacob Barata Filho, que voltou a ser preso nesta semana. Paes nega as acusações.

Continue Lendo

OMBUDSMAN DENUNCIA FOLHA POR MATÉRIA FAKE SOBRE TERCEIRIZAÇÃO

Postado por Valentin Ferreira /do Blog da Cidadania

terceirização capaO pior dos mundos para um país é quando a sua imprensa trata de embromar o povo para favorecer as classes mais abastadas. Trocando em miúdos a coluna da ombudsman da Folha de São Paulo deste domingo, foi isso que o jornal fez ao divulgar, no domingo anterior, manchete principal de primeira página que estarreceu as pessoas sérias e informadas.

E acordou um monte de coxinhas que leem o jornal…

Continue Lendo