GASTANÇA

Por Pensar a História

A crise humanitária no Brasil em 2021 deve ser a maior em décadas. O aumento do desemprego, o fim do auxílio emergencial, a disparada do preço dos alimentos básicos nos supermercados e a pandemia de COVID-19 devem levar o país a uma situação de caos. Estima-se que 10,3 milhões de brasileiros já estejam com dificuldades alimentares – um número que deve dobrar nos próximos meses.

Dezenas de milhões de pessoas serão jogadas na pobreza extrema. No mundo da Barbie verde-oliva, a realidade é outra. Após promover severos cortes nas pastas da saúde e da educação e praticamente desmontar o setor de ciência e tecnologia, o governo Bolsonaro aumentou em 48,8% o orçamento das Forças Armadas. Pela primeira vez na história recente, o governo brasileiro vai gastar mais dinheiro com os militares do que com a educação.

Continue Lendo