BRASIL E SEU CRESCIMENTO “RABO DE CAVALO” DESDE 2013

Postado por Blog do Valentin

Desde 2013 com o “esquenta” da mobilização pré golpe que acabou tirando do posto uma presidente democraticamente eleita, que o Brasil vive numa espiral recessiva cujas consequências todos sabemos.  Seu pior efeito é o desemprego e todas as feridas de dele brotam.

Aproveito a assunto para sugerir abaixo a leitura do escrito por Vinicius Torres Freire(*) , na Folha de hoje.

Brasil, líder mundial em recessão

O Brasil se tornou um país de ponta em termos de recessão. A economia brasileira foi uma das que mais andaram para trás nesta década. De certo modo, foi a que mais regrediu no mundo inteiro.

Entre 2013 e 2017, em apenas 18 países o PIB per capita regrediu mais do que no Brasil. PIB per capita: o tamanho da economia (da produção ou da renda nacionais) dividido pela população. É uma medida relativa de pobreza/riqueza (de nível de renda, na verdade).

Continue Lendo

PAÍS FECHA 2018 COM SALDO POSITIVO DE EMPREGOS FORMAIS

Postado por Valentin Ferreira

Da Agencia Brasil

O Brasil encerrou 2018 com saldo positivo de 529,5 mil empregos formais, segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado hoje (23) pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia. Esse foi o primeiro saldo positivo desde 2014, quando houve geração de 420,6 mil empregos formais.

De acordo com a secretaria, em dezembro, devido às características habituais do período para alguns setores, houve retração no mercado formal. A queda no mês ficou em 334,4 mil postos, resultado de 961,1 mil admissões e 1,2 milhão de desligamentos.

 

 

Continue Lendo

TEMER CONFIRMA: BOLSONARO É A CONTINUIDADE DO SEU GOVERNO

Postado por Valentin Ferreira

“Eu tenho orgulho de dizer que o que eu plantei, como a reforma da Previdência e a simplificação tributária, elas virão à luz pelo novo governo. Eu confio muito no governo que vem aí, alicerçado, ancorado, amparado pela vontade popular. Tenho absoluta convicção de que o presidente eleito Bolsonaro seguirá na mesma trilha”, disse Temer

Da Agência Brasil – O presidente da República, Michel Temer, recebeu na noite de ontem (13) a Medalha de Honra ao Mérito – Gestão Pública do Fórum das Américas, em cerimônia realizada na capital paulista. Em seu discurso, ele disse que teve conversa recente com o presidente eleito Jair Bolsonaro e sua equipe econômica e que vê que o próximo governo seguirá a mesma trilha do que está sendo realizado no país nos últimos dois anos.

Mais informações: No Brasiol 247

Continue Lendo

COM TEMER, EXTREMA POBREZA ATINGE 15,2 MILHÕES DE BRASILEIROS, DIZ IBGE

Postado por Valentin Ferreira

Taxa de desocupação do mercado de trabalho brasileiro, que era de 6,9%, subiu para 12,5% entre 2014 e 2017, o que significa 6,2 milhões de pessoas desocupadas a mais no período, com crescimento em todas as regiões e em todos os grupos etários.

O governo do presidente golpista Michel Temer (MDB) jogou 1,7 milhão de brasileiros na pobreza extrema entre os anos de 2016 e 2017 – aumento que coloca 7,4%, ou 15,2 milhões, de pessoas nessa faixa. Os dados fazem parte da Síntese dos Indicadores Sociais 2018, divulgada hoje (5) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com definição do Banco Mundial, esta faixa abrange pessoas com renda inferior a US$ 1,90 por dia ou R$ 140 por mês. Segundo o IBGE, o crescimento do percentual nessa faixa subiu em todo o país, com exceção da Região Norte onde ficou estável.

Continue Lendo

MINISTÉRIO DO TRABALHO CONFIRMA: A REFORMA TRABALHISTA É UM DESASTRE

Postado por Valentin FerreiraDos 50 mil empregos formais criados até julho, cerca de 80% correspondem a contratos intermitentes ou parciais

“A reforma trabalhista vai gerar 6 milhões de empregos”, prometeu Henrique Meirelles (MDB), ex-ministro da Fazenda do governo de Michel Temer (MDB), em defesa das alterações na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovadas pelo Congresso em dezembro de 2017. No entanto, como previam especialistas, o argumento do peemedebista não se tornou realidade.

De acordo com estatísticas sistematizadas pelo Ministério do Trabalho, baseadas no saldo de empregos de julho, desde a aprovação da Lei 13.467/17 foram gerados apenas 50.545 postos de empregos formais. Os dados correspondem ao período de novembro de 2017 a julho deste ano, ou seja, evidenciam o impacto da reforma nos 9 meses posteriores a sua aprovação.

Continue Lendo

EM CHAMAS, A GOVERNABILIDADE CONSERVADORA

Postado por Valentin Ferreira

 Por Paolo Colosso / Outraspalavras.

Os últimos dois anos de crise econômica, social e humanitária são dolorosos e mesmo traumáticos, mas também didáticos. São muitos os dias que queremos esquecidos, mas será tarefa de nossa geração lembrar que esse período marcou a falência completa de uma combinação conservadora da gestão pública.

A descida morro abaixo já tem diversos capítulos, dos números pífios da recuperação econômica e do emprego, passando por vexames internacionais, volta de doenças tropicais antes extintas, venda de empresas públicas a valores abaixo do mercado, até os impasses colocados pela Emenda Constitucional 95 (a que congela por vinte anos o gasto social), como o que vive o CNPQ – Conselho Nacional de Pesquisa e Tecnologia. Mas a decrepitude se materializa especialmente num lugar e numa cena bem identificáveis: a cidade do Rio de Janeiro com exército nas ruas e o mais antigo museu do país em chamas. Trata-se do retrato mais gritante dos descaminhos da agenda de retrocessos.

Continue Lendo