FIRMEZA DE MOURÃO NÃO É A DE OPINIÃO PESSOAL

Imagem: Folha/UOL

Por Janio de Freitas

O firme pronunciamento do vice Hamilton Mourão, contraposto a afirmações incisivas de Bolsonaro, suscita duas interpretações, mas é provável que as duas sejam uma só, com duas roupagens. E, como preliminar, note-se que o dito pelo vice tem mais do que o sentido de confronto, estendendo-se a importante inversão nas relações externas.

Bolsonaro vetou a compra, em qualquer tempo, de vacina chinesa contra a Covid-19: “Não vai haver compra, ponto final”. Antes, usou do mesmo tom definitivo a propósito do sistema 5G, que revolucionará as possibilidades de comunicações. Atrasados na criação do seu sistema, os Estados Unidos de Trump não admitem que o Brasil adote o sistema chinês, o qual, além da vantagem em tempo, evitaria custosas mudanças nos equipamentos de telecomunicações usados aqui, com muitos componentes chineses.

Continue Lendo

É…

Fotomontagem: Blog do Valentin

Em entrevista ao site Headline,  o vice-presidente, general Hamilton Mourão, disse que “não existe racismo no Brasil. Para sustentar as sua tese, ele citou os Estados Unidos como parâmetro e ainda argumentou que os negros norte-americanos se isolavam e se comportavam como “gueto”.

“Reafirmo que não há racismo no Brasil. Aqui não existe ódio racial. Morei nos Estados Unidos na minha adolescência, vi coisas que nunca tinha visto no Brasil. No colégio que eu eu estudava havia um número reduzidos de alunos negros. Aquele grupo andava sem se misturar com os demais alunos, coisas que eu jamais tinha visto aqui no país”, declarou. ( BRASIL 247)

Continue Lendo

A “VACA SAGRADA” E O BEZERRO DE OURO

Por Valentin Ferreira

Na Fiesp onde esteve ontem, o vice-presidente Hamilton Mourão proclamou para que a plateia saboreasse, que o reajuste do salário mínimo é uma “vaca sagrada”.

Como não podia deixar de ser, foi aplaudido entusiasticamente. Claro que se tivesse numa assembleia da CUT diria o contrário.

É o famoso discurso ao gosto da plateia. Sem entrar no mérito que o caso SM merece, qualquer empresário com um mínimo de visão de desenvolvimento, e, o vice por certo deve saber, que quando maior for  o poder de compra das pessoas, maior é o desenvolvimento econômico, e por tabela, mais dinheiro no bolso dos detentores do capital. Coisa que o Brasil experimentou há alguns anos, sob o comando de Lula, e ocasião que nenhum empresário reclamou que o salário mínimo era alto ou que seu reajuste era estúpido.

Os donos do “Bezerro de Ouro” sabem que, quando mais magra for a vaca – se sagrada ou não – mais raquítico será seu filhote. Isso eles não querem.

Continue Lendo

ACREDITE: VOCÊ PODE UM DIA, GANHAR R$ 37.000,00

Por Valentin Ferreira

A “nova era” no Brasil já começou. A tão alardeada moralidade na coisa pública já experimenta práticas administrativas jamais vistas antes nessa República.

Nepotismo, cabides de empregos e incompetentes ocupando altos cargos da administração são coisas do “passado comunista que destruiu o país” e que agora finalmente deram lugar à excelência técnica para o seu devido provimento.

Obviamente, nada poderia estar mais errado. Essas são as mesmas crenças que embalam os idiotas úteis que acreditam no Kit Gay e no Jesus subindo um pé de goiaba.

E olha que não foi preciso mais do que uma semana de governo Bolsonaro para que toda essa farsa fosse jogada à mesma lama em que chafurdam os hipócritas de plantão.

Informações do Diário do Centro do Mundo

Continue Lendo