FORD DESISTIU DO BRASIL MUITO ANTES DE A COVID 19 APARECER

Imagem Reprodução do Google

Análise: Ford confirmou opção pela Argentina para produzir na América do Sul

Do Valor/Via Era da Idiocracia

No início de dezembro de 2020, o presidente da Ford na América do Sul, Lyle Watters anunciou ao presidente da Argentina, Alberto Fernández, um novo programa de investimentos de US$ 580 milhões para desenvolver a próxima geração da picape Ranger, produzida na fábrica de General Pacheco, na grande Buenos Aires. Ao anunciar um plano de investimentos para o país vizinho e nada para o Brasil, o executivo irlandês deixou claro que o Brasil já não fazia parte da estratégia industrial da companhia.


No mesmo dia, numa entrevista, por vídeo, a jornalistas da região, Watters queixou-se da desvalorização do real e do peso argentino, que levavam a uma “situação sem precedentes”, agravada pela pandemia. Naquele dia, ele deixou, ainda, claro que a partir de então, a estratégia da companhia americana seria voltada à preservação da saúde financeira. A Argentina tem uma peculiaridade em relação ao Brasil. Sua economia é altamente dolarizada. Para a indústria, isso facilita o repasse dos custos com desvalorização cambial.

Continue Lendo

MONUMENTO AOS QUE VENDEM O BRASIL

Postado por Valentin Ferreira

Por Fernando Brito em seu Blog

Do amigo e colega Guina Ramos, que vê a história do que registra nas fotos de 40 anos de jornalismo, em seu Facebook:

Um “Monumento à Desnacionalização da Indústria Naval no Brasil”!

É o que está instalado neste momento no centro da Baía da Guanabara, ao sul da rota das barcas Rio-Niterói, e é um entre muitos…
Trata-se da portentosa P-67, plataforma de produção de petróleo que vai operar no campo de Lula Norte, no pré-sal da Bacia de Santos.

Sua construção foi iniciada em 2010, no estaleiro Ecovix, na cidade de Rio Grande, RS, que pertence à empreiteira Engevix e a fundos de investimento do estado do RS e da União.

Por conta das ações da Lava-Jato contra as empresas nacionais, oito plataformas desta série foram enviadas para a China, em 2015, e estão sendo concluídas lá.

Continue Lendo