XADREZ DA IMPREVISIBILIDADE POLÍTICA NO BRASIL, Por Luís Nassif

Postado por Valentin Ferreira

Por Luis Nassif / Jornal GGN

Peça 1 – os fatores que antecederam a crise

Nosso colunista Fábio de Oliveira Ribeiro fez um belo apanhado sobre a imprevisibilidade das ciências sociais, a incapacidade de prever eventos. A posteriori, é possível identificar uma série de fenômenos que precederam a crise atual:

  1. A mudança social na estrutura do Judiciário, Ministério Público e alta burocracia pública, mudando a vocação, de servidores públicos para membros de classes elevadas.
  2. Do mesmo modo, a ascensão social de excluídos, que passam a se identificar com as classes de maior renda e a considerar que sua ascensão se deveu  à seu próprio mérito – o que também não deixa de ser verdade.
  3. A degradação progressiva da política, sem que fosse enfrentada por nenhum dos partidos hegemônicos, PSDB e PT.
  4. A estratificação desses partidos, impedindo a renovação e o acolhimento dos novos atores políticos que surgem com as redes sociais, movimentos sociais e com as organizações não-governamentais.
  5. O protagonismo político por parte do Judiciário e do MPF, inicialmente com o surgimento dos juízes vingadores e, depois, com a AP 470, do mensalão. E, agora, com o atrevimento de Ministros como Luis Roberto Barroso, pretendendo transformar
Continue Lendo