PETRÓLEO: O QUE O NORUEGA FEZ, E O BRASIL PODERIA TER FEITO COM O PRÉ-SAL

Reprodução YouTube

Porque a Noruega é rica? Como a Noruega ficou tão rica e tem o maior IDH do mundo? É isso que vamos responder! A Noruega é o 6º país com maior renda per capta do mundo, os noruegueses se mantem a 12 anos seguidos como país com maior IDH, o lugar ideal para se morar e, além disso, com menor nível de desigualdade do planeta e segundo a própria ONU, jamais uma sociedade atingiu nível de desenvolvimento humano igual ao da Noruega. Mas como esse país de somente 5 milhões de habitantes teve sua economia transformada nos últimos 70 e atualmente consegue influenciar diretamente companhias como Apple, Google, Microsoft, Amazon e Facebook, pudendo inclusive intervir em suas decisões? É isso que vamos ver nesse vídeo!

Continue Lendo

INVESTIMENTO SOCIAL, CARRO-CHEFE DO DESENVOLVIMENTO PRODUTIVO

Postado por Valentin Ferreira

DA Redação Brasil Debate

O Brasil terá um enorme potencial de crescimento econômico e desenvolvimento produtivo quando enfrentar suas duas principais mazelas: a concentração de renda e a carência na oferta pública de bens e serviços sociais. Isso porque a distribuição de renda e o investimento social são extremamente funcionais ao crescimento econômico e à diversificação produtiva e tecnológica e, por isso, são apresentados nesse artigo como os dois principais motores do desenvolvimento econômico.

A distribuição da renda é o primeiro “motor” do crescimento, uma vez que a ampliação da renda das famílias fomenta o mercado interno de consumo, induzindo os investimentos privados na ampliação da produção, proporcionando aumento de escala e ganhos de produtividade para as empresas domésticas e impulsionando a geração de emprego e renda, o que se reverte em mais consumo, investimento e renda.

Continue Lendo aqui

Continue Lendo

INVESTIMENTO PÚBLICO CAI EM 2017 E VOLTARÁ AO NÍVEL DOS ANOS 1990, DIZ ESTUDO DO SENADO

Postado por Valentin Ferreira

Construção de estradasImagem: Casadafhoto;Getty

Levantamento mostra que, nos governos dos Estados, o nível dos investimentos já retornou ao patamar da década de 1990

O que a construção de rodovias, rede de esgoto, obras de hospitais e escolas, compra de equipamentos e pesquisas científicas têm em comum? Todas são classificadas pelos economistas como investimentos. Algo que se gasta hoje com o objetivo de obter algum benefício no futuro.

Pois a crise econômica recente fará com que o investimento do setor público no Brasil retorne ao patamar (em termos relativos) da década de 1990. É o que diz o economista Rodrigo Orair, diretor da Instituição Fiscal Independente (IFI), órgão de pesquisa ligado ao Senado Federal.

A BBC Brasil teve acesso a um estudo inédito da IFI, a ser divulgado na manhã desta segunda-feira. O levantamento mostra que, nos governos dos Estados, o nível dos investimentos já retornou ao patamar da década de 1990.

O investimento de todos os governos estaduais somados caiu de R$ 57,8 bilhões em 2014 para R$ 28,7 bilhões acumulados em 12 meses até junho de 2017, segundo o levantamento da IFI. De 1994 a 2000, o … Continue Lendo