TOP 10: PAUTAS DE POLÍTICA QUE A GRANDE MÍDIA TENTOU ABAFAR EM 2017

Postado por Valentin Ferreira

Por Cintia Alves /Do Jornal GGN

 Algumas pautas de política em 2017 renderiam um “troféu abafa” para jornais da grande mídia, dado o esforço que fizeram para encobertar ou dar o mínimo de destaque possível a alguns temas que “não vêm ao caso”. Sobrou à imprensa alternativa e àquela com um pézinho na gringa (como El País e BBC) a missão de explorar ou repercutir os assuntos espinhosos.
Aqui vai uma lista, sem ordem de relevância, com 10 tópicos que deram o que falar no mundo à margem da mídia comercial:
1 – O depoimento de Tacla Duran
Leitores disseram que se Rodrigo Tacla Duran se prestasse a relatar propina aos governos Dilma e Lula na CPI da JBS, a audiência com ele teria sido transmitida ao vivo na Globo News. Mas como as denúncias atingiam em cheio a indústria da delação criada pela República de Curitiba, os jornais trataram de empurrar as falas do advogado para debaixo do tapete. A cobertura foi vergonhosamente protocolar.
Continue Lendo

CASO AÉCIO PODE SER DIVISOR DE ÁGUAS

Postado por Valentin Ferreira / do Deutsche Welle
Há cinco meses, Aécio, que recebeu 51 milhões de votos nas eleições de 2014, parecia ter chegado ao fim a linha Há cinco meses, Aécio, que recebeu 51 milhões de votos nas eleições de 2014, parecia ter chegado ao fim a linha

Salvação do ex-candidato presidencial, alvo de nove inquéritos, marca nova fase no embate entre Lava Jato e mundo político, com o Congresso com a palavra final. “Porteira foi aberta para a impunidade”, diz especialista.

Continue Lendo

MINISTRO DE TEMER CONFIRMA MUDANÇA NA PF E QUER ANULAR PROVAS DA JBS

Postado por Valentin Ferreira / do Brasil 247

Ministro da Justiça de um governo que tem por missão principal estancar a sangria da Lava Jato no que diz respeito ao PMDB e seus principais aliados, Torquato Jardim pretende executar seu papel; em entrevista publicada nesta segunda-feira, ele confirmou a mudança no comando da Polícia Federal e disse que tentará anular as provas da JBS – que atingem diretamente Michel Temer e Aécio Neves – após a prisão de Joesley Batista; “Terá consequências graves para a credibilidade do processo. Razoável presumir que depoimentos e provas fiquem sob suspeição de manipulaç?o pelos agora presos. O MPF por certo será ainda mais cuidadoso e minucioso ao examinar os fatos e os documentos pertinentes”, afirma

Continue Lendo

MINISTRO QUE ENTREGA O PRÉ-SAL EMBOLSOU PROPINA DE R$ 3 MILHÕES DA JBS

Postado por Valentin Ferreira /  do Brasil 247

No dia em que a Câmara vota o prosseguimento da denúncia de corrupção passiva passiva contra Michel Temer, seu governo é atingido por mais uma denúncia.

Documentos entregues pelos delatores da JBS à Justiça revelam que o ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho, recebeu um total de R$ 3 milhões em propina da empresa.

A informação foi divulgada pela revista Época. De acordo com os executivos, foram R$ 2 milhões em dinheiro vivo e R$ 1 milhão em notas frias. Segundo a delação, o dinheiro era compartilhado entre o ministro e seu pai, o senador Fernando Bezerra, também do PSB.

Fonte :www.brasil247.com.br

 

Continue Lendo

JBS COMPROU PRESIDÊNCIA DA CÂMARA PARA CUNHA, DELATA FUNARO

Por Valentin Ferreira / do Brasil 247

O empresário Lúcio Funaro —apontado pela Lava Jato como operador da cúpula do PMDB— confirmará sem seu acordo de delação premiada com a operação o que já havia sido antecipado por Joesley Batista: a JBS comprou a presidência da Câmara para Eduardo Cunha; segundo o dono da JBS, a empresa repassou R$ 30 milhões para Cunha “sair comprando um monte de deputados do Brasil a fora”; Cunha —que teve um papel crucial no impeachment de Dilma Rousseff— foi eleito para presidir a Câmara em fevereiro de 2015, com apoio de 267 deputados.

Fonte: Brasil 247

Continue Lendo

A JBS PATROCINOU IMPEACHMENT DE DILMA?

Por :The Intercept Brasil

O JULGAMENTO DA CHAPA Dilma/Temer no TSE talvez represente o auge da esquizofrenia da qual padece a política brasileira. A ação foi movida por Aécio Neves para, segundo o próprio, apenas “encher o saco do PT”. As acusações que fundamentaram o processo do tucano são exatamente as mesmas pelas quais sua chapa é acusada: abuso de poder político e econômico, recebimento de propina e beneficiamento do esquema de corrupção na Petrobras. Hoje no governo, Aécio e sua turma torcem para perder a ação que moveram. Portanto, o mais importante processo da história da Justiça Eleitoral nada mais é do que uma retumbante farsa.

Enquanto os olhos do país estão voltadas para a patacoada, uma notícia fundamental para compreender um pouco os fatos que nos trouxeram até aqui ficou ao relento na grande imprensa brasileira: o marqueteiro de Temer afirmou ter sido contratado pela JBS para derrubar Dilma.

Antes, vamos contextualizar os acontecimentos. Joesley da JBS havia revelado em sua delação que Temer pediu uma propina de R$300 mil. À época, o processo de impeachment ainda estava em curso e, estranhamente, Temer precisava do dinheiro para despesas de marketing político pela internet. Segundo Joesley, o

Continue Lendo