COMO A GLOBO CHOCOU O SEU OVO DA SERPENTE, por Luis Nassif

Postado por Blog do Valentin

Do Jornal GGN

No período áureo do chamado jornalismo de esgoto, Veja se incumbia das fake news, Globo dava dimensão nacional às matérias, mas sem sujar as mãos: limitava-se a repercutir no Jornal Nacional todas as capas da Veja.

Anotei, na época, que a Globo era a melhor não apenas por ser a maior, mas por ter a melhor visão estratégica da instrumentalização do jornalismo.

Corrijo: a Globo cavou sua própria sepultura com a estratégia do impeachment, de se aliar a Eduardo Cunha e acelerar a queda de Dilma Rousseff. O epitáfio está na matéria de hoje, da Folha, sobre os planos de expansão da Amazon no Brasil. O Pacote Prime, a R$ 9,90 por mês, dará acesso a filmes, música, livros, jogos, revistas. Mas não apenas isso: a frete grátis para todo o país, na compra de produtos da Amazon.

Continue Lendo

O EFEITO DO #ELE NÃO

Postado por Valentin Ferreira

Bolsonaro sob o efeito do #EleNão, por Sergio Saraiva  / do jornal GGN

A campanha de Bolsonaro para presidente sentiu os efeitos do #EleNão. Seu eleitorado é fiel, mas não é o suficiente para dar-lhe a vitória no 2º turno. Essa é a principal informação que se tira da pesquisa IBOPE de 24 de setembro de 2018.

Bolsonaro bateu no teto e o foguete de Haddad entrou em velocidade de cruzeiro

Bolsonaro bateu no teto – ou seja – faltando duas semanas para o 1º turno das eleições de 2018, com uma exposição midiática que era impensável no início da corrida presidencial, Bolsonaro se estabilizou na casa dos 28% de intenções de voto.

O suficiente para leva-lo ao segundo turno em primeiro lugar.

Haddad continuou crescendo, mas não com um arranque suficiente para passar Bolsonaro. Está com 22% de intenção de votos, cresceu 3 pontos percentuais. Poderá crescer ainda mais um pouco. Mas não em saltos, como na pesquisa anterior.

Ciro não transferiu votos para Haddad, mas também não conquistou novos eleitores. Manteve os 11% de intenções de voto. Assim, o segundo turno dificilmente será diferente de Bolsonaro X Haddad.

Veja matéria completa AQUI

Continue Lendo

FIM DE UMA ERA: O REINO UNIDO VOLTA A NACIONALIZAR ESTATAIS PRIVATIZADAS, por Luis Nassif

Postado por Valentin  Ferreira

Pioneira nas privatizações do serviço público, o Reino Unido promoveu, nos últimos dias, o controle estatal de uma prisão e uma ferrovia. Os dois episódios serviram de gancho para um balanço das privatizações inglesas pelo jornal francês Le Monde.

Chefe da Pesquisa da Unidade de Estratégia de Serviços Europeus, Dexter Whitfiel entende que se está chegando ao fim da era Thatcher. A reversão da tendência poderá ter repercussões profundas em outros países europeus.

O presídio foi nacionalizado depois de uma inspeção de Peter Clarke, diretor da Inspetoria Prisional Britânica, na penitenciária de Birmingham. Encontrou nos chuveiros roupas manchadas de sangue cercadas por excrementos de ratos; vestígios de vômito e sangue; um preso em estado de choque, sentado nas molas de uma cama que teve o colchão roubado por outros presos. Durante a inspeção, nove carros foram queimados em um estacionamento normalmente reservado para os funcionários.

Continue Lendo

A COVARDIA DA OAB DIANTE DOS ABUSOS DA LAVA JATO, por Gustavo Freire Barbosa

Postado por Valentin Ferreira
Artigo publicado no Justificando e replicado no GGN em 26 de junho de 2017. Vale a releitura principalmente pela referência ao acolhimento do TRF4 aos desmandos do juiz singular Sergio Moro e, na ocasião, Rogério Favreto como única voz a se levantar contra o arbítrio ali sacramentado. Leia o artigo a seguir.
do Justificando / Via Jornal GGN
por Gustavo Freire Barbosa
“Quem não dispõe de coragem cívica e de energia moral não deve ingressar nos quadros da advocacia”, escreveu Sobral Pinto, gigante da advocacia brasileira, em carta escrita em janeiro de 1937 a sua irmã. Na ocasião, mostrava a ela os motivos de ter aceitado defender Luís Carlos Prestes, embora permanecesse discordando das ideias do líder comunista, “erradas e funestas, é verdade, mas adotadas e seguidas com rara sinceridade”.
Continue Lendo

BOA NOITE CINDERELA…, Por Fábio de Oliveira Ribeiro

Postado por Valentin Ferreira

“Ao longo do programa, o apresentador mostrava três meninas, sempre de famílias de baixa renda, cujas dificuldades eram exibidas em vídeos. As crianças revelavam a Silvio Santos seus desejos e, no fim do quadro, uma delas era escolhida para ser “coroada” princesa[2]. Um ator vestido de príncipe entrava no palco, oferecendo à ganhadora uma coroa e sapatinhos de cristal, numa referência ao conto de Cinderela[3][4].”

Nos últimos anos ele ganhou uma definição um pouco diferente:

“Você está numa festa e aceita uma bebida de um estranho e de repente fica tudo escuro, você acorda em um lugar totalmente diferente, pensa em ligar pra alguém e… epa! Cadê o celular e a carteira? Então percebe que foi vítima de um golpe: o Boa Noite Cinderela.”

Continue Lendo

O CARINHA QUE DESAFIOU O PODER, Por Gustavo Gollo

Postado por Valentin Ferreira

O poder mantém abertos vários canais para o encaminhamento da rebeldia com o propósito de garantir que ela se expresse de maneira adequadamente inócua, norteada, normalmente, pela falta de sentido. Assim, os mais intelectualizados dentre os jovens rebeldes são encaminhados aos departamentos de ciências humanas das universidades, para que sejam treinados em argumentações ilógicas que os conduzirão a caraminholas desconexas que enredarão suas mentes por toda a vida. Rebeldes que não necessitarem de tal tratamento por lhes faltar aptidão ou motivação ao cultivo de abstrações serão conduzidos, simplesmente, aos cuidados de roqueiros que acabarão premiados por grammys ou nobéis, caso guiem os neófitos para o exercício das formas apropriadamente fúteis de rebeldia.

Continue Lendo