O JUDICIÁRIO QUE TRATA BEM OS PODEROSOS

Por Moises Mendes em seu Blog

Anthony Kelly, um juiz australiano, decidiu que o tenista Novak Djokovic entre e jogue na Austrália, e se quiser que circule sem máscara, mesmo sem ter sido vacinado e mesmo que tenha participado de eventos com crianças quando estava infectado.

Timothy Holroyde, um juiz de Londres, decidiu que Julian Assange seja extraditado para os Estados Unidos, mesmo correndo o risco de morrer na prisão do país por ele exposto por seus crimes de guerra.

Sergio Moro, um juiz paranaense, decidiu caçar, condenar e encarcerar Lula e agora tem a pretensão de disputar a eleição e de enfrentar Lula e o fascista para o qual trabalhou.

Continue Lendo

A CORRUPÇÃO NO BRASIL

No Brasil a corrupção foi além das instituições do judiciário e das forças armadas, atacou a própria alma da nação

Por LUIZ AUGUSTO E. FARIA*

A palavra corrupção tem como significado primeiro, no Dicionário Houaiss, deterioração, decomposição física de algo, putrefação. Corrupção é a característica maior da sociedade brasileira desde 2016. Característica esta que foi introduzida na vida nacional por um movimento inicialmente imperceptível porque se apresentava como sua antítese, os processos da Lava Jato. O grupo chefiado por Sergio Moro agiu para corromper a vida política do país tendo como objetivo retirar do poder a articulação então dominante liderada pelo PT.

Continue Lendo

MAIS DE 8.000 JUÍZES RECEBERAM ACIMA DE R$ 100 MIL MENSAIS AO MENOS UMA VEZ DESDE 2017

De 2017 a abril deste ano, 55,7% das remunerações a juízes extrapolaram teto constitucional

Por Matheus Teixeira /Folha S.Paulo

O Judiciário brasileiro pagou remuneração mensal acima de R$ 100 mil a 8.226 juízes ao menos uma vez entre setembro de 2017 e abril deste ano. O teto constitucional do setor público é de R$ 39,3 mil por mês.

No mesmo período, foram feitos ao todo 13.595 pagamentos além dos R$ 100 mil. Isso porque houve casos de magistrados que receberam o montante em mais de uma ocasião. Vencimentos acima de R$ 200 mil foram pagos 565 vezes a 507 juízes.

Continue Lendo

QUEM É O JUDICIÁRIO BRASILEIRO?

JUDICIALIZAÇÃO DA POLÍTICA E POLITIZAÇÃO DO JUDICIÁRIO A complexa relação entre Estado, Direito e formação social se acirra e se faz cada vez mais presente nos noticiários e nos ideais de país expressos pela sociedade. Como o Judiciário e a política têm se relacionado historicamente? De que maneira o sistema judiciário tem tratado cidadãos de classes sociais, gêneros e etnias distintas em nossa sociedade? Que rumos a situação pode tomar diante da crise das instituições? E quais as consequências, para a democracia, da judicialização da política e da politização do Judiciário? Essas e outras questões estarão em pauta ao longo do debate.

ALYSSON MASCARO Jurista e filósofo do direito, é professor da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo e livre-docente em Filosofia e Teoria Geral do Direito pela USP. Escreveu, dentre outros livros, Filosofia do Direito (Atlas, 2010) e Introdução ao estudo do Direito (Atlas, 2007). Publicou pela Boitempo Estado e forma política (2013) e Crise e golpe (2018).

Abaixo o vídeo, assista

Continue Lendo

“TEMPO DO JUDICIÁRIO É O TEMPO DA POLÍTICA E O DO DINHEIRO”

Postado por Blog do Valentin

Por Cristian Klein / Valor 

Queiroz, do câncer ao capital político

No início do ano, quem se preocupava com as condições de saúde do enfermo Fabrício Queiroz, internado para tratamento de um câncer no cólon, pôde respirar aliviado. Amigo de Jair Bolsonaro, o ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente, aparecia num vídeo, esbanjando felicidade. No quarto do hospital Albert Einstein, em São Paulo, Queiroz dançava na noite de réveillon, enquanto a doença era usada como justificativa para faltar a seguidos depoimentos ao Ministério Público do Rio. Para o MP fluminense, o ex-policial militar é suspeito de ser o operador de um esquema de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa, liderado pelo primogênito de Bolsonaro.

Continue Lendo