A VERDADE

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva comentou a decisão do Supremo Tribunal Federal, que considerou o ex-juiz Sergio Moro parcial e suspeito, em entrevista ao youtuber Aquias Santarém. “Eu estou aqui inteiro e o Moro está lá em Washington de cabeça baixa”, disse ele. De fato, Lula hoje lidera as pesquisas para a sucessão presidencial, enquanto Moro vive como milionário nos Estados Unidos, contratado por uma empresa que se beneficiou da quebra das construtoras nacionais. De acordo com o Dieese, as ações ilegais de Moro destruíram 4,4 milhões de empregos no Brasil, abrindo caminho para a ascensão do fascismo de Jair Bolsonaro, de quem Moro foi ministro. (Brasil 247)

Continue Lendo

CÁRMEN LÚCIA BENEFICIOU RENAN E AÉCIO, MAS PREJUDICOU LULA. Por Kennedy Alencar

Postado por Valentin Ferreira

Cármen Lúcia. Foto: Agência Brasil

Por Kennedy Alencar em seu Blog

Três ministros do STF reconhecem que Cármen Lúcia teve uma vitória política inegável, pois prevaleceu ontem a sua estratégia de aproximar o ex-presidente Lula da prisão. No entanto, afirmam que isso custará caro nas relações internas no tribunal e apontam tratamento diferente em relação a Lula na comparação com Aécio Neves e Renan Calheiros. Esses ministros dizem que Cármen Lúcia faz política e não direito em sua gestão à frente do Supremo.

Em dezembro de 2016, quando Renan Calheiros não aceitou decisão do ministro Marco Aurélio Mello para se afastar do cargo, Cármen Lúcia participou dos entendimentos de bastidor com o PMDB e o PSDB para manter o emedebista na Presidência do Senado.

Continue Lendo

O TUÍTE DO GENERAL VILLAS BOAS E A DEFESA DA DEMOCRACIA, Por Eugênio Aragão

Postado por Valentin Ferreira

Por Eugênio José Guilherme de Aragão/ Jornal GGN

Mais do que o tuíte do Comandante do Exército em si, a publicidade que a Rede Globo lhe deu no Jornal Nacional é que constitui nova criminosa tentativa de exercer pressão sobre o STF, para que atenda ao “clamor da sociedade”, dessa parte envenenada da sociedade que sucumbiu à guerra psicológica midiática destinada a cultivar entre nós o anti-petismo. O objetivo é só um: tirar do páreo o candidato a presidente que não agrada à “famiglia” Marinho, ainda que, segundo todas as pesquisas eleitorais até aqui, seja o com maior popularidade e com maiores chances de vencer.

Dane-se a sociedade, danem-se os eleitores! O sistema Marinho está, em verdade, pouco se lixando por que ela pensa ou por quais suas aspirações. O plano é incutir-lhe por todos os meios, lícitos e ilícitos, sua visão de perniciosidade do candidato que escolheu ser seu inimigo. E ainda faz isso com uso de um serviço público concedido, na cara limpa, como se pertencesse à “famiglia”. Se isso não for corrupção e improbidade, o que será?

Continue Lendo

STF E LULA: O QUE ESTÁ EM JOGO NO JULGAMENTO DESTA TARDE

Postado por Valentin Ferreira

A única forma de Lula ser impedido de concorrer às eleições é se o Tribunal Superior Eleitoral negar a candidatura dele, com base na Lei da Ficha Limpa. (Dorivan Marinho/SCO/STF)

Por Talita Bedinelli / do Dom Total /Originalmente  publicado pelo El País

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidirá nesta quarta-feira, a partir das 14h, se Luiz Inácio Lula da Silva irá para a prisão nos próximos dias. Os 11 ministros da Corte julgarão um habeas corpus da defesa do ex-presidente, que pede que ele não seja preso até que se esgote o último recurso a que ele tem direito nas instâncias superiores, como o STF e o Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Em 24 de janeiro passado, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), órgão de segunda instância, condenou Lula a 12 anos e um mês por corrupção passiva e lavagem de dinheiro por ter recebido como propina da construtora OAS um triplex no Guarujá e reformas neste imóvel, num valor total de 2,4 milhões de reais. Este dinheiro teria vindo de uma conta corrente mantida pela construtora para o partido, alimentada por dinheiro desviado de contratos da Petrobras investigados pela Lava Jato. Nesta condenação, … Continue Lendo

PRENDER LULA, INCENDIARIA O PAÍS, DIZ MARCO AURÉLIO MELLO

Postado por Valentin Ferreira

Do Brasil 247

O ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello afirmou que uma eventual prisão do ex-presidente Lula, líder absoluto em todas as intenções de voto para a Presidência em 2018, incendiaria o País; “Eu duvido que o façam, porque não é a ordem jurídica constitucional.

E, em segundo lugar, no pico de uma crise, um ato deste poderá incendiar o País”, afirmou o ministro logo após a manutenção da condenação sem provas de Lula pelo Tribunal Regional Federal da 4° Região (TRF-4); o ministro disse ainda acreditar que o caso de Lula levará a uma revisão na jurisprudência sobre prisões após condenação em segunda instância; “Eu quero ver, é uma prova dos nove dessa nova jurisprudência, como eu disse, se forem determinar a prisão do ex-presidente. Eu não acredito”

Matéria completa:Aqui

Continue Lendo