O “DEUS” DAS MÃOS QUE TAMBÉM SIMBOLIZAM ARMAS

Por Valentin Ferreira

Com o devido respeito aos que creem em Deus, não dá para não falar sobre como o “Deus” dos futuros governantes é usado e lambuzado com referências diuturnas desde as eleições.

Evidencia-se   vulgar  exploração  do nome de “Deus”  como muleta a amparar  legitimidade e coerência que são desmentidos pelo histórico de gestos e discursos  que negam o mínimo  de respeito á Palavra e  às suas criaturas.

“Deus acima de Todos”, “Jesus no pé de goiaba”, “Deus está de volta ao Brasil”, “Deus” isso, deus aquilo e por aí vai.

Não custa lembrar que esse “Deus” foi invocado e misturado com kit gay, mamadeira erótica, e outras figuras exóticas, tudo num combo argumentativo para ludibriar milhares de eleitores desavisados que acreditaram em tudo isso como se a história dos objetos eróticos fosse tão verdadeira como o Deus que muitos acreditam existir.

Continue Lendo