O “SURTO MORALIZANTE” DO GOVERNO DERRUBA APENAS O MINISTRO NEGRO?

Assinatura do ato de nomeação de Decotelli, no dia 25 de junho (Imagem: MARCOS CORRÊA/PR )

Por Leonardo Sakamoto

Carlos Alberto Decotelli se demitiu por livre e espontânea pressão após o país descobrir que o novo ministro da Educação mentiu sobre ter um doutorado e um pós-doutorado – sem contar as acusações de plágio no mestrado. Cometeu fraude, em suma. E insistiu nela.

Jair Bolsonaro primeiro fez silêncio, depois elogiou o escolhido. Dizem seus assessores que, ao final, ficou indignado com a situação. Deveria, portanto, aproveitar este momento “moralização” e fazer um pente-fino em todas as pastas de sua administração e não apenas nos próximos candidatos à vaga que era do espalhafatoso Abraham Weintraub.

Continue Lendo

QUEM TEM MEDO DE FILOSOFIA E SOCIOLOGIA?

Postado por Blog do Valentin
Quem tem medo de filosofia e sociologia?

Por Robson Sávio Reis de Souza

Sou formado em filosofia e sociologia. E fico indignado com as declarações do trainee de ditador e seu ministro da deseducação – que até agora não apresentou sequer um projeto e/ou ação propositiva no MEC. Uma inoperância do tamanho do conjunto do atual governo.

Fiquem sabendo os arautos de fake News que não se destroem cursos universitários e/ou áreas de conhecimento por decreto. O artigo 207 da Constituição Federal (que consagra a autonomia universitária) é claro: “As universidades gozam de autonomia didático-científica, administrativa e de gestão financeira e patrimonial, e obedecerão ao princípio de indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão”. Mesmo sufocando a área das ciências humanas com a restrição de verbas, esses cursos, por demandarem pouco investimento continuarão a existir. Ademais, sempre haverá estudantes altruístas e autônomos que não aceitam ser meros apertadores de parafusos na engrenagem perversa do capitalismo que precisa de robôs; não de seres pensantes.

Continue Lendo

ACENDE UMA “VÉLEZ” PARA O MINISTRO DA EDUCAÇÃO

Postado por Blog do Valentin

O MEC está totalmente ideologizado, sem rumo ou iniciativas que possam fazer avançar a educação brasileira. Depois de chamar os brasileiros de canibais e de ladrões quando viajam, o ministro da Educação, Vélez Rodríguez, comete crimes grosseiros de improbidade administrativa.

É completamente ilegal tentar forçar a utilização do slogan do candidato Bolsonaro nas escolas. Igualmente ilegal é tentar se apropriar de  imagens de crianças para fins políticos. Tal atitude, além de eticamente inaceitável, fere abertamente o Estatuto das Crianças e dos Adolescentes (ECA), que exige a autorização formal dos pais para a utilização de imagens de crianças para qualquer finalidade.

Continue Lendo

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO “NÃO RECOMENDA SOPA DE LETRINHAS”

Por Blog do Valentin Ferreira

O Ministério da Educação divulgou uma nota na noite de quarta-feira (30) na qual acusa o jornalista Ancelmo Góis, do jornal O Globo, de “ser treinado em marxismo e leninismo” pelo Partido Comunista Soviético. O ministério afirmou também que o chefe da pasta, Ricardo Vélez, se recusa a “adotar métodos de manipulação da informação, desaparecimento de pessoas e de objetos que eram próprios de organizações como a KGB”, o serviço secreto da antiga União Soviética.

Leia Mais AQUI

Continue Lendo

AS MELHORES E AS PIORES UNIVERSIDADES DO BRASIL, SEGUNDO O MEC

Postado por Valentin Ferreiramelhores piores faculdades universidades brasil

Do Pragmatismo / Redação

MEC divulga ranking atualizado das melhores e piores instituições de ensino superior do Brasil. Índice oficial mostra faculdades, universidades, centros universitários CEFETs e IFETs

Entre as universidades e institutos federais, a Unicamp é a instituição que obteve a melhor avaliação do MEC.

Os dados do Índice Geral de Cursos (IGC) foram divulgados na segunda-feira, 27, no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) ficou em primeiro lugar.

A universidade também foi a brasileira melhor classificada no ranking de instituições de ensino superior dos BRICS (grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), divulgado pela consultoria britânica QS (Quacquarelli Symonds).

Continue Lendo