POR QUE MÉDICOS BRASILEIROS SE RECUSAM A TRABALHAR NO INTERIOR?

Postado por Valentin FerreiraA Acesso ao atendimento em saúde se agrava para brasileiros que vivem em lugares distantes dos grandes centros / Foto: Reprodução Internet

Do Brasil de Fato

Cursar Medicina pode custar até R$ 12 mil por mês; 55% dos formados buscam capitais, pelas condições e salários maiores

A maior parte dos médicos prefere trabalhar nas grandes cidades e região central. De acordo com o estudo “Demografia Médica no Brasil 2018”, coordenada pelo professor Mário Sheffer, do Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), o Brasil contava em janeiro de 2018, com 452.801 médicos, o que corresponde à razão de 2,18 médicos por mil habitantes.

Conforme o levantamento, as capitais das 27 unidades da federação reúnem 23,8% da população e 55,1% dos médicos. Ou seja, mais da metade dos registros de médicos em atividade se concentra nas capitais onde mora menos de 1/4 da população do País.

Continue Lendo

MÉDICO NEGRO IGNORA ATÉ CONSELHOS DA MÃE E VIRA RARIDADE NA PERIFERIA DE SP

Postado por Valentin Ferreira                 Roberto Jaguaribe Trindade, na UBS de Cidade Tiradentes – Jorge Araujo/Folhapress  
Filho de dona de casa, rapaz driblou desconfianças e hoje atende no extremo leste da cidade
Por Ricardo Kotscho / Folha

Diálogo à porta do consultório do médico de família Roberto Jaguaribe Trindade, na UBS (Unidade Básica de Saúde) de Cidade Tiradentes, no extremo leste da cidade de São Paulo.

– Você é o médico?

– Sim, sou eu o médico. Pode entrar.

– Não vou entrar. Eu não quero ser atendida por um preto.

Dr. Roberto chamou o próximo paciente e continuou seu trabalho normalmente, como se nada tivesse acontecido.

Continue Lendo

MÉDICO QUE RECEITARAM O IMPEACHMENT ESTÃO RECLAMANDO DE QUE AGORA? , Por Mauro Donato

Por Valentin Ferreira / Do Diário do Centro do Mund

MARIO DONATO /DCM

Generalizar significa ofender as exceções. Mas as classes de médicos apoiaram em peso o impeachment de Dilma Rousseff. Centenas de Conselhos regionais e o próprio Conselho Federal de Medicina patrocinaram o golpe.

O Sindicato dos Médicos do Ceará espalhou outdoors por toda a cidade de Fortaleza convocando os panelaços. A Associação Médica Brasileira pagou para publicar anúncios em jornais espinafrando o governo petista e convocou ‘pacientes e amigos’ para irem à av Paulista. E não ficou restrito apenas aos profissionais. Foram muitas as faculdades de medicina que fizeram campanha pró Aécio com os formandos. Portanto exceções confirmam a regra.

Continue Lendo