RESETE SUA MENTE

Por Mario Alonso Puig

Todos nós gostaríamos de ser mais felizes e sofrer um pouco menos. Nossa tendência é associar o fazer e o ter com o ser, nos leva a dar como certo que, se nos esforçarmos muito, se fizermos muitas coisas e atingirmos o sucesso, então seremos felizes. Ainda não percebemos que os vazios do ser não podem nunca ser preenchidos com o ter. Por isso qualquer um de nós pode ter um grande conforto e bem-estar e, entretanto, não ser feliz.

Falar do ser é tudo menos fácil porque a própria linguagem que precisamos para descrevê-lo pertence à ontologia, que é uma parte da metafísica. Se o simples fato de falar do ser já nos gera semelhante desafio, ter a experiência do que é o ser também não parece tarefa fácil. O tema não é insignificante porque se trata de embarcar em uma viagem interior que nos faz experimentar diretamente o que é em si uma experiência suprasensorial. Por isso nesta viagem, que não deixa de ser uma viagem de heróis e heroínas, saberemos como podemos passar de um mundo puramente conceitual e descritivo a um experiencial e contemplativo.

Continue Lendo

NESTE MOMENTO EU TENHO O SUFICIENTE PARA SER FELIZ?

Postado por Valentin Ferreira

Por Regis Mesquita / Caminho Nobre

“Se você prestar atenção em você e ter como prioridade utilizar todos os grandes recursos que você possui, sua vida ganhará força, ação e superação de obstáculos”.  Regis Mesquita

Em 98% das vezes o que existe no momento é capaz de te fazer feliz.

Dependerá mais do seu estado de espírito e do foco da sua mente do que das circunstâncias em sua vida.

O que vem de fora tem que ser processado pela mente para ter efeito dentro dela.

Suponha a seguinte situação: um amigo “pisa na bola” com você. Você fica triste e com raiva.

Primeiro há a ação dele. Depois você processa os efeitos desta ação. O resultado é a tristeza e a raiva que surgem no seu interior. Você carrega estes sentimentos para todo lado.

Continue Lendo