POR QUE A INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO TEM A MENOR PARTICIPAÇÃO NO PIB DESTE 1947?

Postado por Blog do ValentinAuge da industrialização brasileira aconteceu em 1986 e já representou 27% dos empregos em território nacional.

Dados foram divulgados esta semana pela CNI; economistas ouvidos pelo Brasil de Fato explicam os motivos

Você se lembra de ouvir seus long plays em uma vitrola Gradiente, ou de ter na cozinha um fogão bege da Prosdóscimo? Sua infância foi povoada por consoles de videogame produzidos pela Dynacom, ou será que você chegou a ver um autêntico carro Gurgel circulando pelas ruas da cidade? Se a resposta foi sim para ao menos uma dessas perguntas, então você provavelmente viveu uma época em que a indústria nacional tinha mais relevância na vida da população.

Nesta semana a Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou números do setor industrial no país, atualizados para 2019. Segundo estes dados, a indústria de transformação ocupa hoje apenas 11,3% do total do PIB, menor patamar desde 1947, enquanto a indústria como um todo – o que inclui a extração de minérios, petróleo, gás natural e a construção civil – representa 22% do PIB.

Continue Lendo

SOCIEDADE DE CONSUMO: AS CRIANÇAS MIMADAS DO SUPERMERCADO

Postado por Valentin Ferreira

A ideia de que vivemos em uma sociedade de consumo é evidente. Basta percorrer as artérias de nossas grandes cidades para nos extasiarmos ou nos exasperarmos diante da abundância de bens expostos e das mensagens que eles promovem. Dessa constatação, que já tem mais de meio século, surge uma dupla afirmação. De acordo com a primeira, os comportamentos da imensa maioria da população estariam profundamente transformados: tornamo-nos “consumidores” em tempo integral, insaciáveis, fascinados. Segundo a outra, nossa sociedade teria se tornado “unidimensional”, já que só oferece uma única perspectiva, a do consumo.

Continue Lendo

MERCADO APOSTA FICHAS EM ALCKMIN PARA CONTINUAR O PROJETO DE MICHEL TEMER

Postado por Valentin Ferreira     / Imagem;José Cruz /Agencia Br

Ex-governador de São Paulo é o nome do capital para dar sequência à política de desmonte do Estado e retirada de direitos. “O PSDB é o cérebro do golpe e deste projeto”, diz João Sicsú

Segundo informações divulgadas na mídia comercial, boatos que circularam na tarde de terça-feira (7) derrubaram o Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, que fechou em queda de 0,87%. O motivo seria uma possível delação premiada envolvendo o candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin.

Uma segunda corrente de boatos, porém, teria informações de que uma pesquisa traria notícias de que o desempenho do candidato não estaria dando sinais de recuperação. A pesquisa CNT/MDA, divulgada hoje a partir de sondagem restrita ao estado de São Paulo – que traz Alckmin atrás de Bolsonaro e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que lidera –, não permitiu comparação com o levantamento anterior, de maio, que teve abordagem nacional.

Continue Lendo

BOB FERNANDES: O PAÍS DE JOELHOS, A FARSA E A TRAGÉDIA. ASSISTA.

Postado por Valentin Ferreira

Do Blog Tijolaço / Fernando Brito

Bob Fernandes, preciso como sempre e sintético como nunca em seu comentário, ontem à noite, no Jornal da Gazeta:

Até uma semana antes, diante de um país ajoelhado e crente, pregavam os poderes divinos do “Deus Mercado”.

“Mercado” é imemorial engrenagem da vida econômica-social. Mas, nestes tempos, vendido e comprado como ente onipresente, Supremo.

Esse “Mercado” tornado divino foi atropelado. Junto, atropelado o país crente e ajoelhado.

Atropelado por outra entidade apresentada como sobrenatural: “Os Caminhoneiros”. Na vida terrena seriam 1,5 milhão entre sindicalizados e autônomos.

Continue Lendo

A SITUAÇÃO BRASILEIRA EM BREVES TÓPICOS DE FÁCIL ENTENDIMENTO

Postado por Valentin Ferreira

É preciso garantir que o Estado tenha dinheiro suficiente para pagamento dos juros. Isso poderia ser feito aumentando os impostos dos mais ricos. Mas, como fazer isso se são os mais ricos que controlam os Governos eleitos ou os empurrados goela abaixo sem votos?

Por Maurício Abdalla(*) / Diplomatique.org.br

-> No mundo há pessoas muito ricas (donos e acionistas principais das grandes corporações transnacionais industriais ou do agronegócio, banqueiros, empresários do setor imobiliário, gente que vive da renda de heranças e de aplicações financeiras, etc.). Elas representam 10% da população mundial, mas as mais ricas são mesmo apenas 1%.

-> O Estado (poder público) de todos os países precisa de dinheiro para manter a sua estrutura, oferecer serviços, fazer investimentos e obras, estimular a economia, etc. Para isso existem os impostos, taxas e contribuições, os bancos e empresas estatais, os empréstimos e vendas de títulos do Tesouro e outras fontes.

Continue Lendo

O MEDO COMO INSTRUMENTO DE PODER

Postado por Valentin Ferreira

O mau uso da religião, do populismo e da xenofobia é uma triste realidade a qual não se reage mais, só se observa com hipocrisia e sem uma denúncia direta

Por Roberto Savio / Carta Maior

Recentemente, os britânicos se deram conta de que votaram pelo brexit a partir de uma campanha de mentiras. Mas ninguém foi cobrar publicamente os líderes da mesma, como Boris Johnson e Nigel Farage, pelo fato de a Grã-Bretanha ter que pagar 45 bilhões de euros, um dos muitos custos do divórcio, algo muito diferente da “economia de 20 bilhões” prometida por esses promotores. Há pouca análise, e pouco profunda, sobre o porquê de o comportamento político ser cada vez mais um mero cálculo, sem preocupação pela verdade nem pelo bem dos países.

O presidente estadunidense Donald Trump pode ser um bom estudo de caso sobre as relações entre política e populismo. Há alguns dias, os Estados Unidos declararam que se retiravam do Pacto Mundial sobre Migração, da ONU (Organização das Nações Unidas). Isso não tem nada a ver com os interesses ou com a identidade dos Estados Unidos, um país de imigrantes, mas sim com o fato de essa decisão … Continue Lendo