BOLSONARO ACELEROU O GOLPISMO E PERDEU

Novos comandantes das Forças Armadas com o Ministro da Defesa Braga Neto (imagem: Reprodução DW)

Por Celso Rocha de Barros

Pela primeira vez na história da República brasileira, os chefes das Forças Armadas renunciaram coletivamente em protesto contra a tentativa do presidente da República de utilizá-las contra a democracia. As Forças Armadas informaram ao Brasil na semana passada que o presidente da República é golpista.

Isso não quer dizer que Bolsonaro pretendesse dar um golpe de Estado na semana passada. O que fez foi remover militares legalistas que poderiam se opor, tanto a um golpe “old school” com tanques na rua, como à corrosão progressiva da democracia brasileira que está em curso desde 2018.

Continue Lendo

O PAÍS DOS MACHOS, DOS CAPITÃES E DA GUERRA

Por Norma Couri / Observatório da Imprensa

Pouco depois de exaltar o machismo dos agricultores ao enfrentar o vírus — “vocês não pararam, não entraram na conversinha mole de ‘fica em casa’. Isso é para os fracos”, o presidente viu sua aprovação subir de 29 para 40% nas pesquisas mês passado. E foi em frente devastando o país para melhorar sua imagem pelo avesso.

A Casa de Rui Barbosa, centro importante de produção de cultura que está sendo desmontado, acaba de ser brindada com um novo diretor-executivo, o capitão de Mar e Guerra, Carlos Fernando Corbage Rabello.

Na Agência Nacional de Cinema (Ancine), congelada nos últimos tempos, o superintendente de Prestação de Contas é o capitão de Mar e Guerra, Eduardo Andrade Cavalcanti de Albuquerque.

Continue Lendo

22 DE ABRIL, O FILME

Fotomontagem do Blog sobre imagem do Diário de Goias

Algumas das frases do filme – Por João G Alvarenga

“A China é aquele cara que cê sabe que cê tem que aguentar, porque pro cês terem uma ideia, pra cada um dólar que o Brasil exporta pros Estados Unidos, exporta três pra China”, Paulo Guedes. 
“E eu tenho o poder e vou interferir em todos os ministérios, sem exceção. Nos bancos eu falo com o Paulo Guedes, se tiver que interferir. Nunca tive problema com ele, zero problema com Paulo Guedes. Agora os demais, vou”, Bolsonaro. 
“Eu não posso ser surpreendido com notícias. Pô, eu tenho a PF que não me dá informações. Eu tenho as … as inteligências das Forças Armadas que não tenho informações. ABIN tem os seus problemas, tenho algumas informações. Só não tenho mais porque tá faltando, realmente”, Jair. 

Continue Lendo