MORTE E VIDA DA PEQUENA EMPRESA NO PÓS-PANDEMIA

Gigantes do varejo monopolizam como nunca as vendas e arruinam milhões de empreendedores. Mas cresce tendência oposta: o consumo consciente e local, oportunidade para recuperar economia, caso haja políticas públicas robustas…

Do Outras Palavras

Não há mais dúvida que o mundo mudou radicalmente nos últimos dois anos.

A pandemia, o medo do contágio e a consequente necessidade de distanciamento social aceleraram dramaticamente os processos de automação que estavam em curso inicial ou em gestação.

Pequenas indústrias, empresas de serviço e comércio tiveram que rapidamente se adaptar para não fechar as portas.

A explosão dos Market Places

Continue Lendo

MUDE!

“Mude, porque a direção é mais importante que a velocidade”

Por Clarice Lispector

MUDE,

Mas comece devagar,
Porque a direção é mais importante
Que a velocidade.


Sente-se em outra cadeira,
Do outro lado da mesa.
Mais tarde, mude de mesa.
Quando sair,


Procure andar pelo outro lado da rua.
Depois mude de caminho.
Ande por outras ruas,
Calmamente,
Observando com atenção
Os lugares por onde
Você passa.

Continue Lendo

CORAGEM!

Movimentação nos terminais de embarque e desembarque de barcos em Belém. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Por Paulo Nogueira Batista Jr.

Qualquer civilização cabe nos abismos da história. Digito essa frase apocalíptica e paro, um pouco constrangido. Brasileiro, verdade seja dita, não tende à generalização. Nossa contribuição à filosofia da história, e à filosofia em geral, é próxima de zero. Portanto, é o destino da civilização brasileira que nos angustia. Agora mais do que nunca. Estamos sem reservas espirituais, sobrecarregados com desafios e problemas próprios. As outras civilizações que cuidem de si mesmas.

Continue Lendo

“SE VOCÊ PAROU DE APRENDER, É HORA DE TROCAR DE EMPREGO”, diz Professor Britânico

Postado por Blog do Valentin
Michael Arthur defende que plano de ascensão deve partir do profissional, e não da empresa

Por Carolina Muziz / Folha

Para ter sucesso hoje, o trabalhador não pode mais esperar que a empresa trace a sua carreira. Ele precisa assumir as rédeas da vida profissional e decidir seus próximos passos antes que seja pego de surpresa pelas mudanças causadas pelos avanços tecnológicos.

É o que afirma o britânico Michael B. Arthur, professor da Universidade Suffolk, em Boston (EUA). Ainda na década de 1990, ele criou o termo “carreira sem fronteiras”, para definir o fim dos tradicionais planos de ascensão dentro das organizações.

Continue Lendo

A VERDADEIRA MUDANÇA VEM PELA DOR

Por Blog do Valentin

Por Valentin Ferreira

A IGNORÂNCIA POLÍTICA E SUAS CONSEQUÊNCIAS

Nós, a grande maioria, fomos educados para ignorar a política. Como cidadãos, desestimulados a intervir nos processos decisórios e a conhecer, desde cedo, tudo o que pela política interfere em nossa vida. E como interfere!

Desde sempre, fomos manipulados pelo poder permanente e seus meios de influência. Incutiram em nossa cabeça o pensamento dominante, e como bons e obedientes escravos modernos, fazer o que sempre determinaram.

Com os pés fincados na miséria do saber pequeno, sempre fomos e sempre seremos o que eles querem que sejamos: ignorantes políticos e cidadãos de terceira. Por consequência miseráveis, social e economicamente.

Continue Lendo

“SEJA A MUDANÇA QUE VOCÊ QUER VER NO MUNDO”. Ghandi

Por Blog do Valentin

“As pessoas normalmente pensam que a mudança parte do outro e assim esperam as coisas acontecerem: o outro ceder, o governo melhorar, o carro do lado dar passagem, mas a realidade é que a mudança tem que partir de cada um de nós. Para isso, é preciso ter autoconfiança, determinação e estar preparado para a vida, coisas que a gente constrói dia a dia, passo a passo . Seja com um passo de cada vez, mas vá fazendo sua parte devagarinho”.

“E para fazer essa diferença no mundo é preciso também ter coragem. Mas não aquela coragem que todos estão acostumados de embates e batalhas, mas a coragem vinda do próprio significado da palavra “ agir com o coração” esse sim é o verdadeira ato de coragem”.

Do Qharmonia

Continue Lendo