BOULOS FOI A ESTRELA DA ELEIÇÃO

Ex-prefeita Luiza Erundina e Guilherme Boulos

Dez fatos sobre a eleição em SP: Do salto de Boulos…

Por Leonardo Sakamoto

O primeiro turno da eleição à Prefeitura de São Paulo terminou. Os paulistanos decidiram que Bruno Covas (PSDB) e Guilherme Boulos (PSOL), dois candidatos que criticam duramente Jair Bolsonaro (sem partido), fossem para o segundo turno. Independentemente de quem ganhe, a extrema direita saiu derrotada na capital – o que abre uma série de perguntas sobre 2022. O candidato do presidente, Celso Russomanno (Republicanos), terminou em quarto lugar, ostentando 50% de rejeição, mesmo valor da taxa de reprovação de Bolsonaro em São Paulo.

Como estamos em um ano atípico, pandêmico, com o período de campanha encurtado, Covas e Boulos já começam a todo o vapor nesta segunda (16), mirando o segundo turno, no dia 29 de novembro. Para ajudar a situar os leitores, a coluna reuniu dez fatos da eleição deste domingo (15) na capital paulista.

1) Boulos descolou de França em um ambiente com maior abstenção

A pandemia pode ter levado eleitores mais velhos e menos engajados a não irem votar, abrindo caminho para um crescimento da proporção de jovens e eleitores mais engajados. A abstenção foi de 29,3%, … Continue Lendo