NA UTI: “MUITOS SE DECLARAM ARREPENDIDOS, PORÉM, JÁ É TARDE DEMAIS”

Ludhmila Hajjar, médica cardiologista, foi cotada para substituir
Pazuello na Saúde, mas recusou convite
(Imagem: Marcus Leoni)

Casos de Covid-19 na UTI são de pacientes não vacinados, diz médica que recusou convite para assumir Ministério da Saúde no governo Bolsonaro. Ludhmila Hajjar ainda afirmou que “muitos se declaram arrependidos, porém, já é tarde demais”

Ludhmila Hajjar, médica intensivista e cardiologista, afirmou que os pacientes com covid-19 nas UTIs são aqueles que não tomaram a vacina contra a doença. Ela ainda chamou atenção para o alto número de profissionais de saúde infectados na nova onda de casos, em decorrência da variante Ômicron.

“As UTIs estão atualmente só com casos de covid entre os não vacinados. Os imunizados dificilmente passam do atendimento ambulatorial”, relatou a médica em entrevista ao jornal O Globo.

Continue Lendo