GUIA PRÁTICO PARA DESTRUIR O ÓDIO NAS ESCOLAS

Por Valentin Ferreira
 (Ilustração: Hebert Loureiro)
Dentro do contexto de ódio às LGBTs no ambiente escolar, surge o livro O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docentePor Marcelo Hailer / Na Caros Amigos
Durante o ano de 2015 acompanhamos perplexos a campanha realizada por setores fundamentalistas da sociedade brasileira contra os Planos Municipais de Educação (PME), na verdade, contrários a uma parte muito específica: a abordagem da questão de gênero nas salas de aula. Para certos grupos religiosos e da extrema direita tratava-se de uma futura doutrinação para que os jovens estudantes abandonassem a heterossexualidade e aderissem à homossexualidade. Parece cômico e retrógrado, mas é a barbárie, visto que, em praticamente todo o território brasileiro a questão de gênero foi excluída dos Planos Municipais de Educação.
Continue Lendo

INTOLERÂNCIA NOSSA DE CADA DIA, SE A SOCIEDADE ESTÁ DOENTE, É PORQUE NÓS TAMBÉM ESTAMOS

Por: Valentin Ferreira / Via Justificando
Intolerância nossa de cada dia: se a sociedade está doente, é porque nós também estamos
                                                                                                                                     Foto: Rovena Rosa/Agência 

Intolerância nossa de cada dia: se a sociedade está doente, é porque nós

Por: Bruna Andrino de Lima / Advogada

Há quem vai pensar que lá vem mais um discurso do pessoal dos “direitos humanos”. Há quem vai se interessar, ler e gostar. Ou não. O objetivo não é que concordem com minha opinião, mas que minhas palavras sirvam, ao menos, como reflexão. Se causar inquietude, seja ela qual for, o objetivo foi alcançado.

Não são poucas as notícias de linchamentos, torturas (não só contra criminosos), crimes premeditados, corrupção, enfim. Sabemos bem os tempos obscuros em que vivemos. A vida está com muito pouco valor. A política está um caos. A integridade física é desmerecida a todo instante. O ódio e a intolerância espalham-se na mídia, nas conversas informais, na academia, nos corações.

Continue Lendo

BREVE DICIONÁRIO DE UM TEMPO ESTRANHO

Por: Valentin Ferreira

Foto: Ligamagic

BREVE DICIONÁRIO DE UM TEMPO ESTRANHO

Democracia: Calçados feitos sob medida para alguns poucos que conduzem a maioria por uma trilha estreita e pedregosa, onde a cidadania caminha descalça e às escuras.

Esperança: Líquido volátil e raro, sujeito a escassez. Disponível principalmente no seio do povo sem poder. Resistente e imune à contaminação pelo ar exalado das narinas dominadoras.

Corrupção: Vírus potente usando como arma química na ação dos poderosos capitalistas ou não, normalmente   para se apoderar ou beneficiar-se da burra do Estado. Também pode ser usado e disseminado em larga escala de tempos em tempos, para justificar a tomada de poder, pelos próprios donos do poder.

Continue Lendo