ORÇAMENTO DA FOME

Mais da metade da população (117 milhões) não consegue comer o que precisa.
Imagem: Reprodução

Por Cristina Serra/Folha

O Orçamento de 2022, recentemente aprovado, mostra como o Brasil está do avesso. O fundo eleitoral é uma obscenidade de R$ 4,9 bilhões e o aumento salarial de apenas três categorias de servidores (PF, PRF e Departamento Penitenciário), de interesse pessoal de Bolsonaro, mordeu R$ 1,7 bilhão do “meu, do seu, do nosso” dinheiro.

Duas reportagens desta Folha também ilustram o desatino da inversão de prioridades com o dinheiro do contribuinte. Ana Luiza Albuquerque revelou que 13 motociatas do genocida, para apregoar o golpismo, levaram R$ 5 milhões dos cofres públicos. E Constança Rezende mostrou que o Ministério da Defesa usou dinheiro de combate à Covid para comprar filé mignon, picanha, bacalhau, camarão, salmão e bebidas. O cardápio de luxo para os fardados custou R$ 535 mil.

Continue Lendo

ORÇAMENTO SECRETO: OPERAÇÃO DE MÁFIA

Por Cristina Serra em sua página

Aos amigos do rei, as emendas

Recente decisão liminar da ministra Rosa Weber botou freio temporário no escândalo da compra de votos por meio das emendas de relator, na Câmara dos Deputados. Trata-se de patifaria que também atende pelo nome de orçamento secreto para favorecer os amigos do rei.

Já se vão trinta anos do caso que levou à criação da CPI dos Anões do Orçamento, referência à baixa estatura dos deputados implicados. Um deles, João Alves, ficou famoso por atribuir seu patrimônio à sorte na loteria e à benevolência divina. “Deus me ajudou e eu ganhei muito dinheiro”, disse à CPI, com a cara de pau, isso sim, que Deus lhe deu.

Continue Lendo

GASTOS DO GOVERNO: SÓ EM LEITE CONDENSADO, R$ 15.641.777,49

Imagem; Reprodução

Por Marcos Nogueira

Bolsonaro compra R$ 1 milhão em alfafa para refeições do governo

Está causando o maior sururu a lista de gastos com alimentação do Poder Executivo federal, comandado pelo presidente Jair Bolsonaro. O relatório das despesas de 2020, que é público, totaliza mais de R$ 1,8 bilhão. Mostra um aumento de 20% em relação ao ano anterior –o que condiz com a elevação dos preços da comida.

Alguns dados, porém, não deixam de ser intrigantes. Nas redes sociais, fez-se muito barulho a respeito dos R$ 15.641.777,49 pagos em leite condensado –sabidamente, algo que Bolsonaro aprecia comer no café da manhã com pão.

Continue Lendo

REFLEXÕES SOBRE AS ELEIÇÕES MUNICIPAIS

Por Ilimar Franco

1. As eleições municipais não têm nenhuma relação com as eleições presidenciais.

2. O resultado das eleições municipais, qualquer que seja ele, não permitirá concluir que chegou ao fim a polarização PT/esquerda x Bolsonaro.

3. O MDB elegeu o maior número de prefeitos e vereadores desde o final da década de 80, mas teve candidatos próprios ao Planalto fragorosamente derrotados em 1989 (Ulysses fez menos de 5% dos votos), 1994 (Quércia fez menos de 2%) e 2018 (Meirelles fez menos de 2%). Nas eleições presidenciais de 1998, 2002, 2006, 2010 e 2014 não teve candidato.

Continue Lendo

QUAL O DESAFIO DE ADMINISTRAR MUNICÍPIOS MUITO PEQUENOS

Baixa arrecadação e dependência da União são os principais entraves. Cidades correm o risco de sumir do mapa caso PEC do Pacto Federativo avance no Congresso Nacional

Por Guilherme Henrique / Nexo Jornal

Para candidatos a prefeito e vereador em cidades muito pequenas do Brasil, vencer as eleições de 15 de novembro de 2020 impõe um grande desafio. Em boa parte dos 1.253 municípios com menos de 5.000 habitantes que existem no Brasil, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o dinheiro público disponível mal dá para pagar as despesas da própria estrutura administrativa.

Os municípios muito pequenos estão concentrados nos estados de Minas Gerais e Rio Grande do Sul, cada um com 231 cidades com essa características. São Paulo aparece em seguida, com 143. Depois vêm Santa Catarina (106) e Paraná (102). A quantidade de municípios com menos de 5.000 habitantes equivale a 22,5% do total de 5.570 municípios do país. Juntos eles somam 4,21 milhões de habitantes.

Continue Lendo