AJUDA HUMANITÁRIA?

Postado por Valentin Ferreira

Para o necessário “contra-ponto” daquilo que a mídia hegemônica mostra sobre a situação da Venezuela, posto abaixo um vídeo esclarecedor feio pelo Diário do Centro do Mundo, com  Boaventura Souza Santos,  Professor Catedrático Jubilado da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra e Distinguished Legal Scholar da Faculdade de Direito da Universidade de Wisconsin-Madison e Global Legal Scholar da Universidade de Warwick.

Continue Lendo

BOLSONARO SURFA EM HERANÇA DE TEMER E VAI LEILOAR AEROPORTOS, FERROVIAS, PORTOS

Postado por blog do valentin

Do El País

O governo Jair Bolsonaro estipulou 35 metas a serem alcançadas já nos primeiros 100 dias de governo. Enquanto a esperada – e complicada – reforma da previdência ficou de fora desse pacote, o que entrou e poderá permitir à nova administração mostrar resultados rápidos na área econômica são dezenas de projetos de infraestrutura herdados do governo de Michel Temer.

O Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) – anunciado em setembro de 2016 com uma carteira de obras e estatais a serem concedidas ou vendidas ao capital privado – apresentou os atrasos habituais que o brasileiro está acostumado a ver na administração pública e saiu parcialmente do papel no governo anterior.

Dos 193 projetos apresentados ao longo do programa, 124 foram concluídos (64% do total). Os leilões renderam R$ 46,4 bilhões em outorgas (valores pagos à União pelo contrato) e os investimentos previstos ao longo das concessões, que podem chegar a 30 anos, somam R$ 253,3 bilhões.

Continue lendo AQUI

Continue Lendo

A ESTRATÉGIA DE INTERVENÇÃO NO BRASIL E NA VENEZUELA, Por Eugênio Aragão

Postado por Valentin  Ferreira

As aparências enganam. Quem vê a crise venezuelana como resultado de supostos desmandos autoritários de Nicolás Maduro erra tanto quanto aquele que aponta para a corrupção como causa do desastre político brasileiro. Não que Maduro não tenha cometido erros de avaliação e, quanto à corrupção no Brasil, também não é negável que é endêmica nas relações entre o público e o privado, desde tempos idos. Mas nem os eventuais equívocos do presidente venezuelano e nem desvios de conduta de agentes governamentais foram causas suficientes para o descalabro que ora se presencia em ambos os países.

Há algo em comum nos acontecimentos aqui e acolá, uma dinâmica social de polarização e radicalização que carrega a mesma caligrafia. Os padrões são muito parecidos nas manifestações proto-coxinhas de 2013-2016 e nas ruas de Caracas nestes dias. A indisfarçada e descarada imiscuição direta norte-americana na crise venezuelana talvez compõe o único diferencial. Aqui, Tio Sam foi mais discreto, mas nem por isso menos efetivo. Como explicar isso?

Continue Lendo

O PREÇO DO PETRÓLEO É SEMPRE POLÍTICO

Postado por Valentin Ferreira

 

O artigo abaixo deveria ser objeto de amplo debate nas  escolas e círculos interessados em conhecer e entender o papel do petróleo nas economias, a função dos governos em relação a política e preços e acima de tudo entender o que se passa  com a 7a. maior produtora mundial do chamado ouro negro, a Petrobras, administrada por um governo alheio aos interesses do povo  brasileiro.

O preço do petróleo é sempre político, por André Araújo

É a politica que, ao final do dia, determina o preço internacional do petróleo. São decisões politicas dos governos de países exportadores que controlam 60% do produto oferecido no mercado mundial, é através de decisões politicas e não com base no custo de produção que se estabelece o valor do barril de petróleo no mercado de commodities. Todo o processo de decisão é politico e não técnico como pretendem os fundamentalistas de mercado.

São os produtores que através da OPEP abrem ou fecham as válvulas para com isso manipular os preços no mercado spot, regulando a produção para maximizar o preço e cobrar o máximo possível dos países que dependem de petróleo, mas não produzem, o que não é o … Continue Lendo

POR QUE PEDRO PARENTE JÁ VAI TARDE

Postado por Valentin Ferreira

Entrega do Pré-Sal às petroleiras internacionais. Desativação das refinarias, para importar gasolina e diesel. Política de preços que jogou país no caos. Radiografia de um projeto fracassado

Por Paulo Kliass / Outras Palavras

Um dos maiores problemas do casamento contraído entre uma tecnocracia governamental conservadora e determinados pensadores da ortodoxia neoliberal são os estragos sociais e políticos que eles costumam causar aos povos e nações pelo mundo afora. Os personagens isolam-sse da realidade concreta, se esquecem da dinâmica social e resolvem “brincar de país”, como se estivessem se divertindo com os amigos à frente de um jogo de tabuleiro. Mas todos sabemos que as consequências tendem a ser graves e desastrosas.

Continue Lendo

BRASIL JÁ TEM A SEGUNDA GASOLINA MAIS CARA DO MUNDO

Postado por Valentin Ferreira

“Com a descoberta do pré sal, o Brasil ingressou na lista dos países de grandes reservas petrolíferas, permitindo a prática de preços baixos na bomba de gasolina. Com o neoliberalismo de Temer, o país rapidamente passou a deter o posto de segunda gasolina mais cara do mundo”, diz o economista Marcio Pochmann. Em 2013 o Brasil estava em 39º.

Leia Matéria completa  noBrasil247

 

 

Continue Lendo