REFORMA DA PREVIDÊNCIA CORTOU PENSÕES E IMPACTA VIÚVOS E ÓRFÃOS DA COVID-19

Coveiros trabalham com EPI durante sepultamento no Cemitério da Vila Formosa, em São Paulo-Imagem: Robson Rocha/Agência F8/Estadão Conteúdo

Por Leonardo Sakamoto / UOL

Mais de 140 mil pessoas morreram por covid-19 desde o início da pandemia no Brasil. Junto com a dor da perda do ente querido vem a dor de cabeça para garantir a sobrevivência da família — situação que pode ser agravada pelas medidas da Reforma da Previdência que reduziram o valor pago por pensões.

E o grupo mais atingido pelas mudanças é o mesmo que sofre com a pandemia. Pessoas acima de 60 anos representam 72,9% dos mortos por covid-19, segundo dados do Ministério da Saúde do final de agosto.

Continue Lendo

BANCOS VÃO LUCRAR R$ 480 BILHÕES EM 10 ANOS COM A REFORMA DA PREVIDÊNCIA, DIZ ESTIMATIVAS COM BASE EM DADOS DO FMI

Postado por Blog do Valentin
Estudo do FMI concluiu que reformas similares no sistema de aposentadorias em outros países resultou na transferência de 60% para bancos privados do valor do dinheiro que foi reduzido nos pagamentos de benefícios feitos pelo Estado

Da Revista Fórum

Uma estimativa da consultoria Mercer, com base em estudo do Fundo Monetário Internacional (FMI), calcula que os bancos privados devem lucrar cerca de R$ 480 bilhões em 10 anos com a reforma da Previdência de Paulo Guedes e Jair Bolsonaro, que vai diminuir os valores das aposentadorias pagos pelo Estado e obrigar os brasileiros a pouparem por conta própria.

O estudo do FMI concluiu que reformas similares no sistema de aposentadorias em outros países resultou na transferência de 60% para bancos privados do valor do dinheiro que foi reduzido nos pagamentos feitos pelo Estado. As informações foram divulgadas em reportagem de Antonio Temóteo, no Portal Uol neste sábado (16).

Continue Lendo

O FUTURO E A NOVA PREVIDÊNCIA

Postado por Blog do Valentin

Por Valentin Ferreira

Na coluna Opinião da Folha de SP deste sábado, a pergunta colocada para o debate, foi: O país fica melhor após a aprovação da reforma da Previdência? 

A posição SIM, defendida pela Ana Paula Vescovi, Economista-chefe do Santander Brazil, faz coro com a massacrante e milionária propaganda do governo federal nos últimos meses, o que levou o parlamento a aprovar. Portanto, acho desnecessário, mas se tiver curiosidade pode ler AQUI.

Reproduzo abaixo a posição NÃO escrita por Adriane Bramante Presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP), mestre e doutoranda em direito pela PUC-SP e vice-presidente da Comissão de Direito Previdenciário da OAB-SP. Eis seus argumentos, terminados com a seguinte súplica: “Que Deus nos proteja!”.

Continue Lendo

FIM DE APOSENTADORIAS AMEAÇA A ECONOMIA DE 88% DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS

Postado por Blog do Valentin

Por Charles Nisz /Via DCM

Se a “reforma” da Previdência for aprovada conforme o projeto apresentado pelo governo Bolsonaro por meio da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/2019, quase 90% dos 5.500 municípios do país enfrentarão dificuldades econômicas. Isso porque o montante de benefícios pagos pelo INSS é maior do que a arrecadação nessas cidades, segundo dados da Associação Nacional dos Auditores da Receita Fiscal do Brasil (Anfip), divulgados hoje (30) em carta da Rede Jubileu Sul, que reúne movimentos sociais, organizações populares e religiosas, políticas, comunidades e campanhas na América Latina e Caribe, África, Ásia e o Pacífico.

Continue Lendo

REFORMA DA PREVIDÊNCIA NÃO MEXE EM PRIVILÉGIOS

Postado por Blog do Valentin

Os ruralistas foram beneficiados pela base bolsonarista na reforma da Previdência, recebendo um benefício tributário que retira R$ 83,9 bilhões da economia esperada de R$ 1,071 trilhão.

“Passava de 2h da madrugada desta sexta-feira, quando os deputados aprovaram requerimento (sugestão de mudança de um ponto específico) apresentado pelo bloco formado pelos partidos PP, MDB e PTB. O texto mantém a isenção da alíquota de 2,6% sobre a comercialização de produção agrícola como contribuição previdenciária, desde que parte seja exportada”, aponta reportagem do jornal Estado de S. Paulo.  “A aprovação por 23 a 19 do destaque significa um recuo de quase R$ 84 bilhões na economia prevista com a reforma da Previdência, que perdeu a marca de R$ 1 trilhão tão perseguida pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. Agora, em dez anos, a proposta, se aprovada, economiza R$ 987,5 bilhões.
Do 247 
Continue Lendo

REFORMA DA PREVIDÊNCIA: GOVERNO BARGANHA COM IDOSO POBRE.

Postado por Valentin Ferreira

Por Leonardo Sakamoto em seu Blog

O governo federal tem se desdobrado para tentar convencer a sociedade de que a Reforma da Previdência não cria um problema para idosos em situação de miserabilidade ao postergar de 65 para 70 anos a idade mínima para acesso ao benefício de um salário mínimo mensal (R$ 998,00).

Pela proposta, eles passariam a receber uma fração desse valor dos 60 aos 69 (no caso, R$ 400,00). O governo Bolsonaro repete, à exaustão em eventos e entrevistas, que o objetivo principal dessa mudança é garantir qualidade de vida a esse grupo social, antecipando parte do pagamento. E diz que eles vão preferir isso ao benefício do Bolsa Família, de menor valor. Uma barganha que pode fazer sentido aos 60, mas que embute uma bomba-relógio que estoura mais para frente, quando mais precisarão de apoio do Estado

Continue Lendo