USO CORRETO DE MÁSCARA PODE REDUZIR CASOS DE COVID-19 EM ATÉ 20%, DIZ OPAS

Além do uso de máscara, distanciamento social e vacinação também tornam o fim
da pandemia mais próximo (Afp)

A Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) enfatizou a importância de medidas como o uso de máscaras e o distanciamento social, a fim de reduzir os casos da Covid-19. Durante entrevista coletiva, o diretor assistente da entidade, Jarbas Barbosa, afirmou que estudos apontam que apenas o uso de máscaras já pode reduzir os casos da doença em 10% a 20%. “A vacinação e medidas como o uso de máscaras tornam o fim da pandemia mais próximo”, ressaltou Barbosa, que disse não ser possível agora fazer uma estimativa sobre quando terminará a pandemia.

Continue Lendo

COVID-19: PREOCUPE-SE MENOS COM SUPERFÍCIES E BUSQUE MÁSCARAS MELHORES E VENTILAÇÃO

Uso de máscaras eficazes contra a covid-19 tem um papel extremamente importante no enfrentamento da pandemia

Limpar compras e superfícies não é tão importante contra a covid-19, que se transmite principalmente por gotículas de saliva, que podem ser bloqueadas por máscaras

 Um ano depois do início da pandemia de covid-19, orientações de saúde gerais ainda se concentram muito em limpeza e desinfecção de superfícies. No entanto, pesquisadores do mundo todo consideram que essas medidas são menos importantes para evitar a contaminação pelo novo coronavírus, que se transmite majoritariamente por gotículas de saliva e aerossol emitidos pela pessoa contaminada, ao falar, tossir ou espirrar. Especialistas em saúde defendem que a proteção efetiva contra a covid-19 se dá por medidas como o uso de máscaras adequadas e bem ajustadas, manter os ambientes ventilados e preservar o distanciamento das outras pessoas, além de evitar aglomerações.

Continue Lendo

PESSOAS QUE SE RECUSAM A USAR MÁSCARAS TÊM MAIS CHANCE DE SEREM SOCIOPATAS

Foto Stock via Shutterstock

Por Felipe Ernani

Um novo estudo, conduzido no Brasil pela Universidade Estadual de Londrina e assinado pelo professor Fabiano Koich Miguel ao lado de outros colegas, descobriu que pessoas que se recusam a usar máscaras em meio à pandemia são mais propensas a serem sociopatas.

De acordo com o healthline, define-se sociopata como “um termo usado para descrever alguém que tem Transtorno de Personalidade Antissocial (TPAS)” e as pessoas com TPAS “não conseguem entender os sentimentos dos outros […] frequentemente quebrando regras e tomando decisões impulsivas sem se sentirem culpadas pelo mal que causam”.

Os resultados da pesquisa brasileira chegaram até o portal britânico Mirror, que explica que 1578 adultos receberam perguntas como “você acredita ser necessário usar uma máscara/respeitar o distanciamento social/lavar as mãos mais frequentemente?” e a partir daí os participantes foram divididos em dois grupos: o “grupo da empatia” e o “grupo antissocial”.

Continue Lendo

BRASIL TEM MAIS MORTES POR COVID EM 1 SEMANA DO QUE 63 PAÍSES JUNTOS NA PANDEMIA INTEIRA

Japão não adotou quarentena obrigatória, mas quase todo mundo usa máscaras e adota distanciamento social

Por BBC Brasil

Com 212 milhões de habitantes, o Brasil registrou mais mortes por covid-19 no espaço de uma semana do que outros 63 países juntos ao longo da pandemia inteira — esse grupo de nações soma 634 milhões de habitantes.

Entre 14 e 20 de dezembro, 5.233 pessoas morreram no Brasil em decorrência da doença. Foi o número mais alto desde setembro, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde.

Esse total é superior à soma de mortes registradas desde janeiro em 63 países juntos, entre eles Tailândia, Islândia, Vietnã, Uruguai, Taiwan, Cuba, Botswana, Gabão, Nova Zelândia, Cingapura e Estônia.

O mais populoso deles, o Vietnã, tem 97 milhões de habitantes e 35 mortes por covid-19 em 2020. O Brasil tem 212 milhões de habitantes e 189 mil mortes pela doença em 2020.

Continue Lendo

POR QUE PODE SER PRECISO USAR MÁSCARA MESMO APÓS VACINA COVID 19

Mesmo após tomar a vacina, uso de máscara de proteção será necessário, alertam médicos

Por Letícia Mori /BBC Brasil

Uma das vacinas que já se provaram eficazes contra a covid-19 — a da Pfizer — está sendo distribuída no Reino Unido desde segunda-feira (8/12), e há perspectiva de que no ano que vem alguma das vacinas contra a doença esteja disponível no Brasil.

Qual vai ser a primeira coisa que você vai fazer depois de tomar a vacina? Se já estava fazendo planos de abandonar a máscara imediatamente, viajar, ir para a balada e rever todo mundo que não conseguiu encontrar em quase um ano de pandemia, os médicos e infectologistas alertam: na verdade, a vida não vai voltar ao normal logo após tomar a vacina.

“Depois de tomar a vacina, é preciso voltar para casa, manter o isolamento social, aguardar a segunda dose e depois esperar pelo menos 15 dias para que a vacina atinja o nível de eficácia esperado”, explica a bióloga Natália Pasternak, presidente do Instituto Questão de Ciência. “E mesmo depois, é preciso esperar que boa parte da população já tenha sido imunizada para a vida voltar ao normal.”

Há três motivos para isso. Entenda.

Continue Lendo

COM O AUMENTO DE CASOS ENTRE JOVENS, FESTAS DO FIM DE ANO PODE PROVOCAR EXPLOSÃO DE COVID-19

Foto: Reprodução Google Imagens

Por Reuters Brasil

Quando uma jovem de Curitiba foi a um recente churrasco de família, ela não poderia imaginar que contaminaria 18 familiares com a Covid-19, dos quais três acabariam por morrer devido à doença.

A origem da infecção foi uma festa marcada pela internet, ignorando as recomendações de distanciamento social, como várias espalhadas pelo país que têm contribuído para uma aceleração recente dos casos de coronavírus após um período de queda.

Mesmo que na maioria dos casos jovens não desenvolvam quadros graves de Covid-19, muitos têm levado o vírus para lares onde moram idosos e pessoas com comorbidades, provocando uma alta na ocupação dos leitos hospitalares, segundo especialistas.

Continue Lendo