ENSINAR A PENSAR É ENSINAR A SER LIVRE

Por Valentin Ferreira /Via amenteemaravilhosa.com.brEnsinar a pensar é ensinar a ser livre

Albert Einstein, com seu habitual senso de humor e malícia, dizia que “você não entende realmente algo a não ser que seja capaz de explicar para a sua avó”. Seguindo esta acertada frase, parece lógico acreditar que ensinar a pensar para compreender como o nosso mundo funciona seja uma ideia sensata.

Agora gostaria de lançar uma pergunta no ar: Ensinar a pensar realmente nos ensina a sermos mais livres? Não parece que esta pergunta tem uma resposta simples, ou talvez sim. Talvez seja tão óbvia que, por ser tão simples, não somos capazes de aceitá-la. Ou pode ser que seja um assunto excepcionalmente complexo. Vejamos alguns detalhes importantes.

Ensinar a pensar

Continue Lendo

OS ELOGIOS ADORMECEM, AS CRÍTICAS ENSINAM

Por:  Valentin Ferreira / Via Amenteemaravilhos.com.br
Os elogios adormecem, as críticas ensinam

Assumir as críticas é tão difícil quanto receber os elogios. Na verdade, há pessoas que se sentem muito desconfortáveis quando recebem algum comentário agradável. Isto se deve em parte a aspectos culturais: fomos educados na exigência, no fato de termos que fazer tudo certo e no entendimento de que não existe nenhum mérito nisso.

Além disso, o fato dos elogios e das críticas terem um grande poder sobre a nossa autoestima é muito perigoso, já que isso significa que estamos deixando tudo “à mercê” dos outros. Quando recebemos elogios a mensagem de admiração pode estimular tanto a autoconfiança que podemos chegar a ficar “bêbados”. Por outro lado, quando recebemos críticas destrutivas o oposto acontece: há uma tendência mórbida de desprestigiar, de nos ofender.

Continue Lendo

A OBSESSÃO EM TER UMA VIDA PERFEITA

Por: AmenteemaravilhosaA obsessão em ter uma vida perfeita

Não existe vida perfeita. Raramente a vida causa em nós uma sensação completa de satisfação. Pelo menos no sentido de “completa” em que costumamos pensar… Em um mundo bastante artificial e cheio de falsas necessidades como é o nosso, sentir que somos pessoas a quem falta uma peça ou mais pode cegar a possibilidade de enxergar as peças com as quais já contamos. É como se este pedacinho que preenche o espaço vazio que sentimos fosse o último e imprescindível segredo para a nossa felicidade.

“Se eu trabalhasse com o que gosto, seria mais feliz. Se eu tivesse um relacionamento estável e pudesse formar uma família, com certeza eu seria finalmente feliz”. 
Continue Lendo

PERDA DE CONFIANÇA EM POLÍTICA CRIA VAZIO PREENCHIDO POR CONSUMISMO, DIZ FILÓSOFO FRANCÊS

Por: Néli Pereira /BBC BrasilGilles LipovetskyFRONTEIRAS DO PENSAMENTO / GREG SALIBIAN

Tido como um dos mais importantes pensadores do mundo atual, o francês Gilles Lipovetsky defende que a falta de confiança na política é uma das principais características da nossa época e que o consumo se transformou em uma espécie de engajamento.

“Há algo de estranho nessa sociedade em que tudo deve ser atrativo e a política não é mais atrativa: ela é repulsiva”, disse ele em entrevista à BBC Brasil.

Autor de best-sellers como Era do Vazio e O Império do Efêmero, em que reflete sobre a estrutura da sociedade em que vivemos, o professor da Universidade de Grenoble e teórico da “hipermodernidade” afirma que as pessoas se orientam hoje pelo consumo. Lipovetsky concentra seus estudos no período a partir da segunda metade do século 20.

Continue Lendo

NÃO ME ARREPENDO DE NADA, MAS AGORA SEI O QUE NÃO FARIA NOVAMENTE

Por:amenteemaravilhosa

Não me arrependo de nada, mas agora sei o que não faria novamente

Somos todos falíveis, delicadamente imperfeitos, mas únicos na nossa essência e nas nossas histórias pessoais. Por isso, é muito bom e necessário aceitar cada erro cometido sem cair em um lamento perpétuo, mas perceber o que não devemos fazer, qual o caminho que não trilharíamos novamente e quais são as pessoas que devem ficar bem longe de nós.

Woody Allen disse uma vez em um de seus filmes: “eu não me arrependo de nada que fiz na minha vida, mas na verdade, eu gostaria de ser outra pessoa“. Esta frase irônica resume muito bem um fato concreto: os erros que cometemos ao longo da vida nos machucam e comprometem a nossa dignidade tão profundamente que, muitas vezes, gostaríamos de ter uma tecla de “reiniciar” imaginária.

Continue Lendo

QUANDO DISSEREM “VOCÊ NÃO VAI CONSEGUIR, RESPONDA: “OBSERVE COMO EU FAÇO”

Por: amenteemaravilhosa

Quando disserem 'você não vai conseguir', responda 'observe como eu faço'

Você é uma pessoa única e valiosa pelo simples fato de ser humana, mas às vezes se esquece disso. Assim como todo mundo. Nos empenhamos muitas vezes em acreditar que as opiniões alheias, os julgamentos ou as premonições dos outros são as verdadeiras realidades, e costumamos compará-las e torná-las nossas. Isto acontece porque pensamos que os outros valem mais do que nós, e portanto, o que disserem deve ser verdadeiro e aceito sem discussão.

Quando esta forma de procurar a aprovação do nosso entorno é transformada em hábito, reforçamos constantemente a nossa baixa autoestima. Isto acontece porque não nos permitimos tentar levar uma vida onde os nossos próprios desejos e valores tenham um peso relevante.

Continue Lendo