FILME “O REBANHO” MOSTRA O FANATISMO RELIGIOSO E O SEXISMO EM SUA TRAMA

Diretora faz uma investigação sobre o jugo sexista a partir de uma seita que perambula pelos EUA reunindo mulheres (Reprodução)

Com dois longas inéditos e já finalizados (All Inclusive e Infinite Storm), a polonesa Malgorzata Szumowska, de 48 anos, é hoje uma usina de produção – e de reflexão sobre o empoderamento feminino – no cinema europeu, emendando dois filmes por ano sempre no rastro das violências institucionalizadas e do abandono. Conhecida aqui por O Rosto (Grande Prêmio do Júri na Berlinale de 2018) e Body (melhor direção também em Berlim, em 2015), a cineasta combina seus dois temas autorais em O Rebanho (The Other Lamb), que chega ao Brasil no streaming via iTunes / Apple TV, Google Play, Now, Vivo Play e Sky Play.

Continue Lendo