RESILIÊNCIA: VOCÊ SABE O QUE É?

A vida de todos nós é cheia de dificuldades. Uma hora é a perda do emprego, outra hora roubaram o carro, noutra vez é o fim de um relacionamento. Esses são apenas alguns exemplos de experiências desafiadoras pelas quais passamos.

Todos nós somos testados constantemente. Viver envolve encarar desafios a todo momento. Em situações como essas, tem vezes que reagimos de forma extremamente emocional e resistindo à mudança. Ficamos presos àquele passado ruminando a respeito do ocorrido.

Continue Lendo

RIR É UM ATO DE RESISTÊNCIA

O humor é uma arma poderosa na luta pela liberdade Imagem: Google

Por Mirian Goldenberg

Quando vi a frase “Rir é um ato de resistência” tatuada no braço de uma aluna, lembrei do livro “Em busca de sentido”. O psiquiatra Viktor Frankl escreveu que o humor é uma arma da alma na luta pela autopreservação, um recurso poderoso para a sobrevivência física e mental. Prisioneiro dos nazistas de 1942 a 1945, ele propôs a um amigo do campo de concentração um compromisso mútuo de inventar uma piada por dia com alguma situação engraçada que poderia acontecer após o fim da guerra, imaginando um futuro em que seriam libertados e voltariam para casa.

“Dificilmente haverá algo tão apto como o humor para criar distância e permitir que o indivíduo se coloque acima da situação. A vontade de humor —a tentativa de enxergar as coisas numa perspectiva engraçada— constitui um truque útil para a arte de viver.”

Continue Lendo

A CIDADE QUE SE RECUSOU A MORRER

Do Pensar a História

A cidade que se recusou a morrer: há 77 anos, em 27 de janeiro de 1944, chegava ao fim o Cerco a Leningrado, após quase 900 dias de resistência contra os invasores nazistas.Em junho de 1941, quase dois anos após o início da Segunda Guerra Mundial, a Alemanha Nazista deu início à Operação Barbarossa, codinome dado à invasão da União Soviética pelas forças militares do Eixo. Adolf Hitler considerava a União Soviética como a maior inimiga do nazismo. Além de odiar o fato do país ser um sustentáculo internacional do ideário socialista, o líder alemão enxergava os eslavos e demais etnias que compunham o povo soviético como “raças inferiores”.

Assim, Hitler pôs em prática em um plano esboçado quase duas décadas antes, como atestado por passagens do Mein Kampf: anexar a porção europeia da União Soviética ao território alemão, ampliando o “Lebensraum”, isso é, o “espaço vital” do “povo ariano”, substituindo a população nativa por colonos alemães e submetendo o povo soviético à condição de mão-de-obra escrava em campos de concentração.

Continue Lendo

CORONAVÍRUS PODE SOBREVIVER POR ATÉ 28 DIAS EM SUPERFÍCIES

Estudo sugere que o Sars-Cov-2 permanece infeccioso por quase um mês em superfícies lisas, como telas de celular e caixas eletrônicos, em ambientes escuros a 20 °C.

Do Deutsche Welle

O coronavírus causador da covid-19 pode sobreviver em celulares, notas de dinheiro e caixas eletrônicos por até 28 dias, em determinadas condições de luz e temperatura. A conclusão é de um estudo de cientistas australianos publicado na revista especializada Virology Journal.

Os pesquisadores da agência nacional de pesquisa científica da Austrália (CSIRO) testaram a longevidade do Sars-Cov-2 em ambientes escuros em três temperaturas diferentes, e descobriram que a capacidade de sobrevivência do vírus diminui conforme o ambiente fica mais quente, explicou a agência australiana nesta segunda-feira (12/10).

Continue Lendo

COMO O “BEM MAIOR” É USADO COMO FERRAMENTA DE CONTROLE SOCIAL

Do Pensar Contemporâneo

Em vez de respeito pela razão, diálogo aberto, liberdade de expressão e direitos individuais e de propriedade, os sistemas políticos em todo o mundo estão se tornando cada vez mais autoritários. Decepções e mentiras, manipulação e propaganda, fomento do medo e operações psicológicas estão todos sendo usados ​​para justificar ações políticas que destroem vidas.

Como os políticos continuam a convencer o público a acabar com sua liberdade em favor de um controle governamental pesado? Por que tão poucas pessoas estão defendendo a liberdade quando um mundo sem ela é um mundo de sofrimento em massa? Neste vídeo, vamos examinar essas questões.

Continue Lendo