INJUSTIÇA HÍDRICA E CLAMOR POR ÁGUA

Postado por Valentin Ferreira

Guimarães Rosa dizia: “Meu rio de amor é o Urucuia”.A ONU reconheceu a água como um direito humano.A ONU reconheceu a água como um direito humano. (Reprodução)

Por Gilvander Moreira /domtotal.com

Precedida por doze pré-romarias, em doze cidades do noroeste, norte e centro-oeste de Minas, com a participação de seis mil pessoas, a 20ª Romaria das Águas e da Terra de Minas Gerais teve sua celebração final em Unaí, no noroeste de Minas, na Diocese de Paracatu, dia 23 de julho de 2017, com o tema: “Povos da Cidade e do Sertão Clamando por Água, Terra e Pão”; e com o lema: “Povos, Rios, Veredas e Nascentes são Dons de Deus em Romaria e Resistência”.

Continue Lendo

HIDROCÍDIO BRASILEIRO: A MATANÇA DAS ÁGUAS

Postado por Valentin Ferreira / do 

Leito seco do Rio Paracatu, no município de mesmo nome. Principal afluente do São Francisco, o rio tinha quase 500 quilômetros, e uma bacia hidrográfica de área equivalente à do Estado do Rio

Leito seco do Rio Paracatu, no município de mesmo nome. Principal afluente do S.Francisco, o rio tinha quase 500 quilômetros de extensão, e uma bacia hidrográfica de área equivalente à do Estado do Rio

São Francisco, Araguari, Paracatu, Tocantins, Javaés. Os rios brasileiros agonizam. “Não sabemos o que será e nem como será, só sabemos que estamos preparando o inferno para as gerações futuras.”

Por (*)Roberto Malvezzi (Gogó)

A cada dia chega a notícia da morte de um rio, ou de que um rio famoso agoniza. Afluentes dos grandes rios brasileiro estão sendo mortos às centenas, aos milhares, num verdadeiro hidrocídio, isto é, a matança das águas.

Continue Lendo