BILIONÁRIOS SE PREPARAM PARA O FIM DA CIVILIZAÇÃO

Dezenas de refúgios compõem a sede da Vivos XPoint em Dakota do Sul.THE VIVOS GROUP

Crise do coronavírus disparou oferta e demanda de ‘bunkers’ projetados para enfrentar o apocalipse, com os endinheirados gurus do Vale do Silício como principais instigadores

Por Carlos Megia / El Pais

—Alô?

—Até que enfim, senhor DeMarest. Escute-me bem. O senhor precisa estar no aeródromo de Saint-Rémy em 16 minutos.PUBLICIDADE

—Como? O quê? E que horas são?

—8h34. Estamos tentando entrar em contato com o senhor e sua esposa há três horas para evacuá-los.

No terceiro episódio da festejadíssima série francesa L’Effondrement (”O colapso”), um bilionário protagoniza uma corrida contra o relógio para pegar um avião exclusivo para fugir da falência da civilização tal como a conhecemos.

Continue Lendo

MAIORIA PREFERE INVESTIMENTO NA ÁREA SOCIAL, diz Datafolha

Por Thiago Amancio

Maioria prefere investimento em área social a segurança para combater violência, diz Datafolha

A maioria dos brasileiros acredita que, para combater a violência, o governo deve priorizar investimentos na criação de empregos e na melhoria da educação, e não especificamente na área da segurança, como no treinamento e na compra de equipamentos de policiais.

É o que aponta pesquisa Datafolha feita em dezembro deste ano. Para 57% dos entrevistados, é mais importante investir em áreas sociais do que na segurança. O investimento em polícias é mais importante para 41% . Outros 2% responderam que não sabem.

Esse índice é alto mesmo entre quem apoia o presidente Jair Bolsonaro, que se elegeu com um discurso de endurecimento da segurança pública

Entre os que avaliam o governo com ótimo ou bom, 51% acreditam que se deve investir mais nas áreas sociais, e 47% acreditam que se deve investir mais em polícias.

Veja Matéria Completa AQUI

Continue Lendo

PESQUISA: BRASILEIRO ATRELA ESQUERDA A CONFLITO E DIREITA À ORDEM.

Postado por Blog do Valentin
Estudo procurou entender como a sociedade se comporta diante a temas como valores, família, segurança, política e desigualdades

Por Ana Luiza Basilio / Carta Capital.

Parte da sociedade brasileira atrela os partidos, lideranças e militantes de esquerda a ideias de caos, conflito, defesa de pautas identitárias, arrogância e doutrinação. A direita, por sua vez, é atribuída às noções de ordem, hierarquia, respeito pela opinião do próximo, igualdade, valorização da família, e defesa do esforço individual/livre- mercado.

Os dados são parte dos identificados pela pesquisa  “O conservadorismo e as questões sociais”, realizada pela Fundação Tide Setubal e o Plano CDE e divulgados na segunda-feira 10. O estudo buscou identificar como parte da sociedade, considerada não radical politicamente, se posiciona diante temas como valores e família, criminalidade e segurança e política e corrupção. O estudo parte da ascensão de uma nova direita nos últimos dez anos e da emergência de tendências conservadoras na sociedade, impulsionadas pela nomeação de Jair Bolsonaro como presidente.

Continue Lendo

EXÍLIO DE JEAN WYLLYS MOSTRA QUE A DEMOCRACIA SE TORNOU PERIGOSA NO BRASIL

Postado por Valentin Ferreira

Por Leonardo Sakamoto em seu Blog

Por medo de ser assassinado, o deputado federal reeleito Jean Wyllys (PSOL-RJ) desistiu do mandato e afirmou que não pretende voltar ao país tão cedo – ele está fora por conta das férias. Jean, que sempre recebeu ameaças de morte por conta de sua atuação parlamentar em defesa da população LGBTT e dos direitos humanos, sentiu sua situação piorar após a execução da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes e das eleições do ano passado.

O deputado, que vive sob escolta policial, disse em entrevista ao jornalista Carlos Julianos Barros, na Folha de S.Paulo, que pesou na decisão as informações de que familiares de um policial militar suspeito de chefiar uma milícia no Rio de Janeiro trabalhavam no gabinete do deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro. “O presidente que sempre me difamou, que sempre me insultou de maneira aberta, que sempre utilizou de homofobia contra mim. Esse ambiente não é seguro para mim”, disse.

Leia matéria completa  no Blog do Sakamoto

 

 

Continue Lendo

“A LIBERAÇÃO DO PORTE DE ARMAS É UM TIRO NO PÉ”, Aponta Sociólogo

Postado por Valentin Ferreira
Para Daniel Misse, a relação  entre mais armamento e segurança vai na contramão de diversas pesquisas

Com o aumento dos índices de violência e homicídio no Brasil, a sociedade cobra medidas efetivas de reversão desse quadro alarmante, que já ultrapassa 62 mil pessoas assassinadas por ano, segundo o Atlas da Violência 2018. Com a aproximação do segundo turno, o eleitorado brasileiro tem até o dia 28 de outubro para conhecer melhor e mais profundamente os programas de governo dos candidatos à presidência da República para a área da segurança pública. “O Brasil Feliz De Novo”, com as propostas de Fernando Haddad (PT), e “O Caminho Da Prosperidade”, de Jair Bolsonaro (PSL), estão disponíveis para download na internet.

Continue Lendo