A METÁFORA DA LARANJA: O QUE SAI DE VOCÊ QUANDO A VIDA TE APERTA?

Dizem que, nos piores e melhores momentos, costumamos mostrar o que temos dentro de nós. Raiva, medo, ingenuidade, amor. O que sairia de você se fosse espremido com força, como se estivessem fazendo um suco de laranja?

Se alguém te provocasse ou incomodasse ou, metaforicamente, apertasse você, o que sairia do seu interior? Raiva? Alegria? Fúria? A metáfora da laranja, criada pelo psicólogo, professor e escritor Wayne Dyer, nos ajuda a entender por que é tão importante saber o que temos dentro de nós.

Continue Lendo

QUEM NUNCA SENTIU ANSIEDADE ALGUMA VEZ, ATIRE A PRIMEIRA PEDRA

ansiedade traz uma sensação de nervosismo mesmo antes que as coisas aconteçam, como em um primeiro encontro, uma mudança de casa, uma entrevista de emprego, entre outras situações. As mãos começam a suar, o coração bate acelerado e ficamos com um frio constante na barriga. Se sentir ansioso pode causar dificuldades para cair no sono, relaxar ou se concentrar em alguma coisa, pois seus pensamentos estão agitados dentro da cabeça. O apetite também pode ser afetado, fazendo-o perder a fome ou comer demais. Você pode chorar desesperadamente, ou ter vontade de buscar a tranquilidade no colo de alguém.

Pessoas sensitivas costumam ser mais criativas e ter uma mente ativa, mas isso também as torna mais suscetíveis a ter ansiedade. Nossos pensamentos podem projetar qualquer tipo de situação negativa para alimentar a ansiedade e torna-la cada vez pior. Por conta de uma diferença biológica no sistema nervoso, tendemos a absorver mais estímulos do ambiente – como detalhes que outros não sentem e até a emoção das pessoas – o que leva a uma sobrecarga emocional.

Continue Lendo

MAPA DAS EMOÇÕES DO CORPO: O AMOR NOS AQUECE POR COMPLETO

Feche os olhos e imagine a última vez que você se apaixonou. Talvez você estivesse caminhando ao lado de sua namorada(o) em um parque ou olhando nos olhos um do outro enquanto tomavam um café com leite.

Onde você sentiu o amor? Talvez você tenha sentido um friozinho na barriga ou seu coração tenha disparado de excitação.

Quando uma equipe de cientistas na Finlândia pediu às pessoas que mapeassem onde sentiam diferentes emoções em seus corpos, eles descobriram que os resultados eram surpreendentemente consistentes, mesmo entre as culturas.

Continue Lendo

QUANDO A ALMA PRECISA CHORAR

Chorar é saudável, e chora, porque isso alivia a alma. Afinal, “Emoções expressadas, emoções superadas.”

Adoro ouvir essas notícias que contam sobre velhas crenças existentes que vão desmoronando com o tempo.

Outro dia estava lendo que os cientistas já não consideram os pressentimentos somente como uma crença popular, que se perde no tempo, hoje em dia é preciso estar atento aos seus pressentimentos. Pesquisas mostram que somos capazes de prever o que acontecerá num lapso de menos de cinco segundos – isso não acontece o tempo todo, mas acontece.

Continue Lendo

CADA VEZ MAIS IREI SENTIR MENOS E RECORDAR MAIS

Com o passar do tempo aquela dor que sentimos pela morte de uma pessoa querida, pela partida de alguém que amávamos, por uma desilusão com um amigo, se atenua, se dilui, e começamos a recordar os momentos felizes, os sorrisos, a sentir as carícias das imagens do passado.

Com o passar do tempo, dos dias, dos anos, nossos sentimentos se suavizam e fabricamos nossas lembranças.

“Recordar um bom momento é sentir-se feliz de novo.”
-Gabriela Mistral-

Continue Lendo

GOSTO DE PESSOAS QUE, SEM PEDIR PERMISSÃO, TOCAM MINHA ALMA

Postado por Blog do Valentin

As pessoas que eu admiro mal cabem nos dedos de uma mão. São elas a quem  observo e escuto em silêncio. As pessoas que eu admiro, ainda que não se deem conta, fazem de mim uma pessoa melhor, tornam o meu mundo um lugar melhor. As pessoas que eu admiro são apenas humanas, cometem falhas como todo mundo, mas possuem um dom muito especial, que é o de saber tocar a minha alma.

Existem milhares dessas pessoas no mundo, talvez você seja uma delas,
talvez seja você essa referência a outros, não por ser perfeito, mas por saber
oferecer o refúgio, a proteção, a compreensão que o outro procura. Esse tipo de pessoa sabe o valor de cada ação, são especialistas em agasalhar almas e sabem perfeitamente quando é a vez das palavras e o quanto o silêncio pode ser curador.

Continue Lendo