PAPA DIZ QUE PRAZER CULINÁRIO, E SEXUAL, É “SIMPLESMENTE DIVINO”

PAPA FRANCISCO. FOTO: VICENZO PINTO/AFP

O Papa Francisco chamou o prazer culinário e sexual de “simplesmente divino”, em um livro de entrevistas publicado nesta quarta-feira 09 na Itália.

“A Igreja condenou os prazeres desumanos, grosseiros, vulgares, mas por outro lado sempre aceitou os prazeres humanos, sóbrios, morais”, afirmou o papa argentino quando questionado por Carlo Petrini, escritor e gourmet italiano.

“O prazer vem diretamente de Deus, não é católico, nem cristão, nem nada parecido, é simplesmente divino”, enfatiza o pontífice.

“O prazer de comer serve para manter uma boa saúde, da mesma forma que o prazer sexual serve para embelezar o amor e garantir a continuidade da espécie”, disse Francisco.

Continue Lendo

SILVIO SANTOS VEM…

Por Blog do ValentinSilvio Santos é um tarado decrépito que deve ser condenado e preso, diz Bárbara Gancia

A jornalista Bárbara Gancia foi ao Twiitter criticar o dono do SBT, Silvio Santos, após este ter perguntado a uma menina de oito anos em programa de 2016: “O que você prefere? Sexo, poder ou dinheiro?”.

Bárbara Gancia afirmou que Silvio Santos é um tarado e defendeu sua condenação e prisão por “crimes contra a economia popular”.

“Silvio Santos não deveria ser recolhido como o tarado decrépito que é ao aconchego do lar. O que ele deveria mesmo é ser condenado e preso pelos crimes contra a economia popular que passou a vida inteira cometendo. Perto dele, o veio da Havan é um trombadinha”, escreveu.

Do Brasil 247

Continue Lendo

“O AMOR NOS DÁ MAIS MEDO DO QUE O SEXO”, diz Sexóloga

Postado por Blog do ValentinA sexóloga Lorena Berdún fala sobre os relacionamentos nos tempos do Tinder.

Encontrar um parceiro era, até pouco tempo atrás, uma atividade paralela à existência, sem muito barulho, a menos que alguém fosse muito estranho ou especial. Mas parece que a vida terceirizou esse serviço, que está agora a cargo de sites de namoro e, para quem tem mais dinheiro, das modernas agências matrimoniais com seus serviços de matchmaking, coach de casal ou diagnóstico emocional.

Não só os quarentões divorciados, com um histórico de queixas e um alto nível de exigência inversamente proporcional ao de tolerância e aceitação, veem como suas expectativas de encontrar sua meia-laranja são tão numerosas quanto as de encontrar um bom emprego.

Continue Lendo

POR QUE OS JOVENS JAPONESES ESTÃO CADA VEZ MENOS INTERESSADOS EM SEXO

Por Valentin Ferreira / Da BBC BrasilAno MatsuiO comediante Ano, de 26 anos, diz sentir-se intimidado pelas mulheres

O Japão é conhecido por sua cultura sexual. Seja qual for sua preferência ou fantasia, há alguém para realizá-la no país que inventou o conceito de motel, há quase meio século. Jovens japoneses, no entanto, estão quebrando essa tradição e abrindo mão do sexo.

Uma pesquisa mostra que é cada vez mais comum ser virgem no país entre pessoas de 18 a 34 anos. E a proporção de japoneses solteiros que não têm um relacionamento está em alta. O que há por trás dessa mudança?

Continue Lendo

CINCO COMPORTAMENTOS QUE OS PAIS DEVEM ADOTAR PARA ACABAR COM O MACHISMO.

Por Valentin Ferreira / do site Azmina.com.br

Foto: pixabay.com

                                                                                                                                                                Foto: pixabay.com

Texto originalmente publicado na coluna Licença, Maternidade do site Metrópoles.

Em pleno século XXI, continuamos a ensinar às meninas que elas não são donas do próprio corpo. Como pais e mães, temos a responsabilidade de mudar isso

O grotesco caso da moça carioca estuprada por 33 homens popularizou uma expressão até então restrita a círculos feministas: cultura do estupro. Grosso modo, o termo se refere à naturalização da violência contra a mulher no dia-a-dia – naturalização essa que pode ocorrer de forma sutil ou escancarada e que começa ainda na infância. 

Continue Lendo

ALEMÃS NÃO TEM “DOR DE CABEÇA” NO SEXO, FALAM QUANDO E SE QUEREM

Por Valentin Ferreira / Da Folha de SãoPaulo
threephin/Flickr
Mulheres alemãs possuem uma forma direta, objetiva e clara de se expressar
Para brasileiras é quase impossível dizer: “Não estou com vontade” sem medo de brigar com o parceiro
Por: Mirian Goldenberg(*)

Há alguns anos, passei três meses na Alemanha fazendo conferências e entrevistando mulheres. Uma das coisas que mais me surpreendeu foi a maneira como as alemãs se expressam.

Em um restaurante, uma professora me interrompeu bruscamente: “Vamos mudar de assunto, não gosto de falar sobre a violência no Rio de Janeiro”. Outra, depois de um jantar em sua casa, se despediu: “Tenho que acordar cedo amanhã, está na hora de todos irem embora”. E, ainda: “Preparei a comida, agora vocês lavem a louça”.

Continue Lendo