HONDURAS, PARAGUAI, BRASIL: “DITADURA” DO JUDICIÁRIO? “BRASILEIRO É TÃO BONZINHO”

Por Valentin Ferreira
‘Le Monde’: Brasil pode sofrer segundo golpe.

Resultado de imagem para dilma

Resultado de imagem para gilmar mendes

O Grande Irmão do Norte, tem o arsenal para intervir militarmente onde e como quiser.

Mas, segundo Michael Moore, cineasta americano, em seu “O Invasor Americano” os EUA não têm sido muito felizes em suas últimas aventuras militares. Não por falta de inciativas, homens e meios.

Então nova tática: A “experiência” com Honduras continua fazendo sucesso!

Nada de armas convencionais. Que tal o emprego de boas e modeladas Togas?

Ela pode ser mais devastadora. Não elimina o inimigo. Apenas submete-o.

É o que importa.

Continue Lendo

FALTAM AS TOGAS

A Lava Jato ainda deve ao país uma resposta sobre o papel do Judiciário no maior esquema de corrupção do planeta.

POR MALU GASPAR- Revista Piauí

FOTO: BRUNO POLETTI/FOLHAPRESS

Apesar do volume e da crueza das revelações dos delatores da Odebrecht, persiste uma enorme lacuna nas centenas de horas de depoimentos judiciais replicados pela imprensa ao longo dos últimos dias. Tanto a companhia quanto os procuradores da Lava Jato estão devendo uma resposta à pergunta que muitos se fazem, a esta altura. Ou o maior esquema de corrupção do planeta se desenrolou nas barbas de juízes ineptos e desinformados, ou a empresa escondeu dos olhos do público (e do Ministério Público) a participação (ou a omissão deliberada, ou a complacência, ou tudo isso junto) do Judiciário nas irregularidades cometidas ao longo dos anos. Quem conhece o mundo dos empreiteiros sabe que uma liminar concedida em um momento estratégico de uma licitação pode virar o jogo a favor de um competidor. Sabe também o valor de uma decisão da alta corte suspendendo investigações da Polícia Federal sobre uma obra ou concorrência. E sabe que, se para a Odebrecht todos tinham um preço, não faz sentido imaginar que os juízes brasileiros

Continue Lendo