BRASIL TEVE MAIS DE MIL PESSOAS RESGATADAS DO TRABALHO ESCRAVO EM 2019

Por Agencia Brasil

Quase 132 anos após a abolição da escravatura no Brasil, situações análogas ao trabalho escravo ainda são registradas. Somente o Ministério Público do Trabalho (MPT) tem hoje 1,7 mil procedimentos de investigação dessa prática e de aliciamento e tráfico de trabalhadores em andamento. Segundo dados do Radar da Subsecretaria de Inspeção do Trabalho (SIT) da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, em 111 dos 267 estabelecimentos fiscalizados em 2019, houve a caracterização da existência dessa prática com 1.054 pessoas resgatadas em situações desse tipo. O levantamento apresentado hoje (28) aponta ainda que, no ano passado, o número de denúncias aumentou, totalizando 1.213 em todo o país, enquanto em 2018 foram 1.127.

Continue Lendo

MOVIMENTO NEGRO REPUDIA DECLARAÇÕES DA MINISTRA DOS DIREITOS HUMANOS

Postado por Valentin Ferreira Foto: Gazeta do Povo

Da Rede Brasil Atual /Via Sul 21

Entidades representantes do movimento negro no país divulgaram nota nesta sexta-feira (3) em repúdio a declarações da ministra dos Direitos Humanos do governo Michel Temer, Luislinda Valois. Ontem, em entrevista à Rádio Gaúcha, a ministra defendeu o direito de receber R$ 61,4 mil por mês, somando dois vencimentos, como desembargadora aposentada e como ministra.

A ministra chegou a dizer que com o salário de R$ 31 mil por mês “é difícil se vestir, se alimentar, calçar e ir ao salão de beleza”. Afirmou também que trabalhar em Brasília sem uma remuneração à altura seria como trabalho escravo. Depois da entrevista, já diante de repercussões negativas, a ministra desistiu do pedido de acumular os vencimentos.

Continue Lendo

MINISTRA ROSA WEBER, DO STF, SUSPENDE PORTARIA SOBRE TRABALHO ESCRAVO

Postado por Valentin Ferreira

Ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF).Ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF). (Divulgação)

Do Dom Total

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu liminar (decisão provisória) suspendendo os efeitos da Portaria 1.129, do Ministério do Trabalho, que alterou a conceituação de trabalho escravo para fins de concessão de seguro-desemprego.

A decisão da ministra foi dada em uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) aberta pela Rede na semana passada. Rosa Weber acatou os argumentos do partido de que a referida portaria abre margem para a violação de princípios fundamentais da Constituição, entre eles o da dignidade humana, o do valor social do trabalho e o da livre inciativa

Outras informações Aqui

 

Continue Lendo

GLOBO CONFIRMA: TEMER COMPRA VOTOS COM A VOLTA DA ESCRAVIDÃO

Postado por Valentin Ferreira

Por Brasil 247

Em editorial, o jornal o Globo, que ajudou a consolidar o golpe e colocar Michel Temer no poder, agora critica as ações do peemedebista e seu vale-tudo para permanecer no Planalto; ” Num cenário político já conturbado, a edição pelo governo Michel Temer de uma portaria que dificulta a fiscalização do trabalho análogo à escravidão e a punição de patrões que o praticam abala ainda mais a imagem do país. (…) A medida tem cheiro, forma e cores de mercadoria política para barganha no Congresso. Com mais de 200 votos, bancada ruralista pode barrar denúncia contra Temer”, escreve o periódico da família Marinho

Matéria completa

Continue Lendo

NÃO CHORE PELA ESCRAVIDÃO, MÍRIAM. VOCÊS PUSERAM TEMER LÁ.

Postado por Valentin Ferreira escravmir

Por Fernando Brito /Tijolaço

A revelação feita hoje cedo pelo blog do Leonardo Sakamoto de que uma portaria do Ministério do Trabalho dificulta a autuação e a punição das empresas que praticam o trabalho escravo, está provocando reações na mídia, cheias da hipocrisia de quem sempre soube que o golpe foi, entre outros, apoiados pelos que querem fazer retroceder os direitos do trabalhador.

Continue Lendo