“TRABALHO PRECÁRIO, INTERMITENTE, É A ANTESSALA DO DESEMPREGO”, diz Ricardo Antunes

Postado por Blog do ValentinSociólogo analisa o futuro do trabalho no Brasil e a nova massa superexplorada da era dos serviços digitais

Do Brasil de Fato

Ricardo Antunes é um dos maiores especialistas brasileiros no tema do mundo do trabalho. Atualmente, é professor de sociologia do trabalho na Universidade Estadual de Campinas. Em seu último livro, intitulado O Privilégio da Servidão, Antunes desenhou um quadro da situação da classe trabalhadora na história recente do Brasil, a partir do fim da ditadura militar. O estudo se concentra no que ele chama de “novo proletariado de serviços”, alavancado com o crescimento do trabalho digital, on-line e intermitente dos últimos anos.

Em entrevista ao Brasil de Fato, o sociólogo falou sobre o futuro do trabalho, as características das relações trabalhistas no Brasil e os impactos da reforma trabalhista sobre esse cenário.

Continue Lendo

ALUNOS DO NORDESTE LEVAM 59 DAS 75 MEDALHAS NA FINAL DA OLIMPÍADA DE HISTÓRIA DA UNICAMP

Postado por Valentin Ferreira

Os estudantes do Nordeste arrebentaram na final da Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB) realizada neste fim de semana (18 e 19) na Unicamp, em Campinas (SP).

Do total de 75 medalhas entregues na final, os alunos dos estados do Nordeste levaram nada menos do que 59 medalhas.

Os dois estados que mais se destacaram foram Ceará e Rio Grande do Norte. Os alunos da Bahia levaram 4 medalhas (3 bronze, 1 prata), Ceará: 25 medalhas (11 bronze, 9 prata e 5 ouro), Paraíba: 2 medalhas (1 bronze, 1 prata), Pernambuco: 15 medalhas (6 bronze, 5 prata, 4 ouro), Rio Grande do Norte: 13 medalhas (7 bronze, 5 prata e 1 ouro).

Continue Lendo

POR QUE A QUALIDADE DO SÊMEN ESTÁ CAINDO NO MUNDO E COMO ISSO AMEAÇA A REPRODUÇÃO HUMANA

Postado por Valentin Ferreira

Por 

Quando um casal tem dificuldades para engravidar, é comum que a mulher se torne a principal suspeita de ser infértil. No entanto, estudos estimam que 50% dos casos de infertilidade conjugal – que afetam cerca de 48,5 milhões de pessoas no mundo – tenham como causa algum problema masculino.

E a tendência é que esses números aumentem.

Estudos realizados em diversos países mostram que a qualidade média do sêmen dos homens de todo o mundo vem caindo pelo menos desde a década de 1930. Não há informações conclusivas sobre as causas – as principais suspeitas recaem sobre o álcool, o cigarro e substâncias químicas presentes em pesticidas, solventes e recipientes de plástico.

Um dos poucos estudos no Brasil sobre o assunto foi feito recentemente pela bióloga Anne Ropelle em sua dissertação mestrado na Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Ela conta que o Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM) da universidade realiza exames de espermograma desde 1989. Das 33.944 amostras registradas entre 1989 e 2016, ela analisou 18.902.

Continue lendo AQUI

Continue Lendo

HOMENS DA REGIÃO DE CAMPINAS ESTÃO FICANDO INFÉRTEIS, CONSTATA PESQUISA DA UNICAMP

Postado por Valentin Ferreira

Por Carta Campinas

Uma pesquisa de mestrado da Faculdade de Ciências Médicas (FCM), feita com 9.495 homens atendidos na Unicamp com queixas de não conseguir engravidar suas mulheres, constatou que atualmente os homens estão mais inférteis se comparados com uma pesquisa anterior, feita em 1989.

A nova pesquisa concluiu que houve um declínio na qualidade do sêmen nos últimos 27 anos na região de Campinas.

A média de concentração dos espermatozoides entre 1989 e 1995 era de 86 milhões por ml. De 2011-2016, caiu para 48 milhões, porém ainda está dentro dos padrões de normalidade e acima dos 15 milhões.

Leia matéria completa: AQUI

Continue Lendo

“PÍLULA DO CÂNCER”: QUÍMICO DA UNICAMP CONSTATA QUE SUPLEMENTO DE FOTOETANOLAMINA NÃO CONTÉM A SUBSTÂNCIA

Postado por Valentin Ferreira

Por Carta Campinas

Após a polêmica da fosfoetanolamina, que chegou a ficar conhecida no Brasil como a “pílula do câncer”, o produto passou a ser comercializado como suplemento alimentar, o que não é proibido pela legislação.

Mas o Instituto de Química (IQ) da Unicamp confirmou que a fosfoetanolamina vendida como suplemento alimentar não traz um traço sequer da substância. Recentemente, um laudo do Instituto Geral de Perícias (IGP), solicitado pela Polícia Civil, também constatou a inexistência de fosfoetanolamina em cápsulas de suplemento da empresa Quality Medical Line. Ou seja, o produto é um placebo na linguagem médica. Testes já haviam comprovado a ineficácia do produto.

O dito suplemento alimentar promete melhorar a qualidade de vida, o desempenho de células de defesa do organismo e o equilíbrio das funções metabólicas do corpo, embora implicitamente explore a esperança para a cura do câncer. “Agora, o consumidor pode estar sendo vítima de fraude a partir de um mesmo produto”, diz o professor Luiz Carlos Dias, coordenador do Laboratório de Química Orgânica Sintética do IQ.

O docente foi responsável pelas análises de cápsulas do lote número 1701053, colocado à venda na internet por 99 dólares (mais de R$ 300) … Continue Lendo

LAVA JATO É AINDA MAIS PERVERSA PARA O EMPREGO DO QUE AS POLÍTICAS DE TEMER

Postado por Valentin Ferreira / da Rede Brasil Atual
                                                                                                                               DIVULGAÇÃO
PetrobrasConstrução naval e sistema Petrobras foram atingidos pela crise e as consequências da operação Lava Jato
“Recessão elimina empregos, mas empresa permanece. No caso da Lava Jato, a perda é permanente”, diz Pochmann. Para diretor da FUP, cadeia de petróleo e gás perdeu 3 milhões de empregos desde 2014
por Eduardo Maretti, da RBA 

São Paulo – O impacto da Operação Lava Jato e das políticas do governo Michel Temer na economia do país e no crescimento do desemprego é brutal. Quando a Lava Jato foi deflagrada, em março de 2014, o IBGE apontava taxa de desemprego no Brasi de 7,1% no trimestre encerrado naquele mês. Eram 7 milhões de desempregados. Hoje, a taxa no período encerrado em junho chega a 13%, com 13,5 milhões de pessoas sem emprego.

Os dados mostram que, somente na indústria naval, que havia sido recuperada pelos governos de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, o número de trabalhadores empregados caiu de 83 mil, no governo Dilma, para estimados 30 mil.

Continue Lendo