VACINA: QUER PAGAR QUANTO?

Vacinação ilegal em garagem de companhia de ônibus em Belo Horizonte – Reprodução

Por Gabriela Prioli

O governo Bolsonaro trata a vida como um asset político. Ora defende o tratamento precoce e demoniza a vacina, ora se apropria da vacina como conquista particular. Quem sofre às margens do Ipiranga são aqueles que, sem cargos ou fardas, nunca ouviram o grito de liberdade.

Num país que se organiza a partir do interesse de poucos, os desempregados da pandemia padecem em um sistema de saúde superlotado (apesar dos diversos leitos vazios nos hospitais do Exército), com um auxílio emergencial de fome, sem políticas públicas, sem salário, sem vacina, sem esperança.

Continue Lendo

“UM MERCADO PRIVADO E ILEGAL DE VACINAS ESTÁ SE CONSTRUINDO NO BRASIL”

“Parte da elite econômica brasileira acha que precisa ter um camarote em tudo”, afirma Padilha

Em entrevista à DW, deputado e ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha fala sobre o caso de empresários em Minas Gerais que teriam se vacinado às escondidas. Ele acionou o Ministério Público contra o grupo.

O deputado federal Alexandre Padilha, ex-ministro da Saúde do governo Dilma Rousseff, moveu uma ação junto ao Ministério Público de Minas Gerais contra um grupo de políticos e empresários, a maioria ligada ao setor de transportes do estado, que teria comprado doses do imunizante contra a covid-19 por iniciativa própria e se vacinado, driblando a lei brasileira.

O escândalo foi  revelado na quarta-feira (24/03) pela revista Piauí. Segundo a reportagem, cerca de 50 pessoas receberam a primeira dose do imunizante nesta semana em um posto de vacinação improvisado. As doses da vacina da Pfizer, que nega ter vendido os lotes, teriam sido importadas pelo grupo e não repassadas ao Sistema Único de Saúde, como prevê a lei.

Continue Lendo

A VACINAÇÃO CONTRA O CORONAVÍRUS VIROU UMA BAGUNÇA NO BRASIL

Líbero/Folhapress

Por Drauzio Varella

Tem cabimento vacinar terapeutas e personal trainers antes dos mais velhos, que representam 70% dos mortos?

Olha a bagunça que virou a vacinação contra o coronavírus.

Reconhecido como um dos maiores programas do mundo, ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) caberia coordenar a distribuição das vacinas e estabelecer regras rígidas para definir as localidades e os grupos que deveriam receber as primeiras doses disponíveis.

Continue Lendo

A VACINA DEU A MEDIDA DE BOLSONARO

Carreata pelo impeachment de Jair Bolsonaro em Salvador – PC do B

Por Celso Rocha de Barros

O início da vacinação no mundo deu ao público brasileiro algo que ele ainda não tinha: uma medida precisa de como a atuação de Jair Bolsonaro no combate à pandemia de Covid-19 foi pior do que a dos outros governantes.

Por maiores que fossem os números de mortos brasileiros, não era fácil para boa parte do público compará-los com os de outros países, quanto mais relacioná-los às políticas de combate à pandemia adotadas em cada um deles. O desastre nos Estados Unidos, de longe o país estrangeiro sobre o qual os brasileiros têm mais informação, permitia aos bolsonaristas mentir que a tragédia brasileira era inevitável. Quantos brasileiros sabem que a bem governada Nova Zelândia voltou à vida normal antes da vacina por ter feito o exato contrário do que fez Bolsonaro?

Continue Lendo

VACINAÇÃO PÚBLICA OU PRIVADA

O ator Ian McKellen recebeu a vacina Pfizer-BioNTech, contra a Covid-19, em Londres. – Jeff Moore-16.dez.2020/Handout via REUTERS

Vacinações são por excelência uma estratégia coletiva de saúde

Por Hélio Schwartsman

A vacinação só será capaz de pôr fim à epidemia se estiver no âmbito de um programa universal e público. E, se a circulação do vírus permanecer muito elevada, nem quem tem dinheiro para pagar por um imunizante estará livre de riscos. Vacinações são por excelência uma estratégia coletiva de saúde.

Isso dito, não vejo problemas em permitir que clínicas particulares importem e apliquem vacinas contra a Covid-19. A rigor, qualquer agente que consiga trazer para o Brasil biofármacos que de outra forma não chegariam aqui está contribuindo para o esforço comum.

Continue Lendo