“O QUE MAIS PREOCUPA É O SILÊNCIO DOS BONS” (Martin Luther King)

FOTO: ROVENA ROSA

Por Elisiane Santos

O genocídio de crianças, adolescentes e jovens negros não admite silêncio

Segundo a Convenção da ONU para prevenção e repressão aos crimes de genocídio (1948), ratificada pelo Estado brasileiro e vigente no país desde 1952, entende-se como tal atos cometidos com a intenção de destruir no todo ou em parte um grupo nacional étnico, racial, ou religioso, a exemplo de assassinatos ou dano grave à integridade física ou mental de membros do grupo (artigo II). A Convenção estabelece que serão punidos, além do genocídio, o conluio para tais práticas, a incitação direta e pública, a tentativa e cumplicidade (artigo III). E diz que serão punidas as pessoas que cometerem tais práticas, sejam governantes, funcionários ou particulares (artigo IV). Além disso, os Estados reconhecem o genocídio como um crime internacional contra a humanidade.

Continue Lendo

NORMALIZAÇÃO DO ESTADO DE EXCEÇÃO

Postado por Blog do Valentin
A desigualdade dificulta a percepção de que todos merecem igual respeito.

Por Oscar Vilhena Vieira

“Eu mandei ele impecável para a escola e o Estado me devolveu ele assim”. Foi dessa forma que Bruna da Silva, levantando o uniforme escolar manchado de sangue de seu filho de 14 anos, morto durante operação policial na favela da Maré, dirigiu-se ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), nesta última semana. Deixou claro que não estava ali para afrontar o deputado. Ao contrário, buscava sua ajuda para alertar os parlamentares para os riscos de se aprovar um pacote anticrime, formulado pelo Ministério da Justiça, que amplia a impunidade agentes do Estado.

Continue Lendo

CORINGA É SOBRE A AMÉRICA QUE NOS DEU TRUMP

Postado por Blog do Valentin

Por Michael Moore / Era da Idiocracia

Na quarta-feira à noite, participei do Festival de Cinema de Nova York e assisti a uma obra-prima cinematográfica, o filme que no mês passado ganhou o prêmio de melhor filme do Festival de Veneza. É chamado Coringa – e tudo o que ouvimos sobre esse filme é que devemos temer e ficar longe dele. Nos disseram que é violento, doente e moralmente corrupto. Fomos informados de que a polícia estará presente em todas as sessões neste fim de semana em caso de ‘problemas’. Nosso país está em profundo desespero, nossa constituição está em pedaços, um maníaco desonesto do Queens tem acesso aos códigos nucleares – mas por algum motivo , é de um filme que devemos ter medo.

Continue Lendo