MULHERES CANDIDATAS DÃO SHOW NA BOLÍVIA

Créditos da foto: Associação de Mulheres Indígenas Originárias de Colcapirhua ”Bartolina Sisa”: luta pela construção de uma nova sociedade (LWS)

AGORA ELAS SERÃO MAIORIA NO SENADO

Publicado originalmente em Carta Maior

Dados oficiais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) da Bolívia confirmam que as mulheres alcançaram um recorde histórico no Senado, no domingo (18), aproximando-se à igualdade na Câmara dos Deputados.

A política de “paridade e alternância” implementada pelo Movimento Ao Socialismo – Instrumento Político pela Soberania dos Povos (MAS-IPSP) coloca o país andino no pódio da representação feminina no parlamento, com 20 das 36 cadeiras do Senado (56%) e 62 das 130 da Câmara Baixa (48%).

“Por trás destes números está a valorização das mulheres e dos povos indígenas, da pollera (saia camponesa) e da whipala (bandeira andina que expressa a alegria e o sonho), do combate à discriminação”, declarou Ruth Londram, da executiva da Associação de Mulheres Indígenas Originárias de Colcapirhua “Bartolina Sisa”.

Continue Lendo